Santuário RPG
versão 8.1

Profile
Personal Photo

No Photo

Options
Custom Title
Lucilfer doesn't have a custom title currently.
Personal Info
Location: No Information
Born: No Information
Website: No Information
Interests
No Information
Other Information
Atalho 2: No Information
Atalho 3: No Information
Ficha:: http://rpgonepiece.com/index.php?act=ST&f=7&t=5203
Atalho 1: No Information
Imagem da Facção: http://files.jcink.net/uploads/bnwrpg/agentes.png
Cargo da Facção: Agente - Cipher Pol 3
Cor da Facção: 585858
Pronome:: Ele
Idade: No Information
Alias: No Information
Statistics
Joined: 15-April 17
Status: (Offline)
Last Seen: Today at 07:17 am
Local Time: May 21 2018, 12:06 PM
134 posts (0.3 per day)
( 0.28% of total forum posts )
Contact Information
AIM No Information
Yahoo No Information
GTalk No Information
MSN No Information
SKYPE No Information
Unread Message Message: Click here
Unread Message Email: Private
Signature
View Signature

Lucilfer

Agente do Governo

Topics
Posts
Comments
Friends
My Content
Apr 26 2018, 04:24 PM
[dohtml]<div style="padding:80px; text-align:justify;">1. Sugiro a adição do atributo Adaptabilidade. Ele vai funcionar da seguinte maneira:<br><br>

Metade dos pontos investidos no atributo podem ser remanejados em algum outro atributo à escolha. Pode-se trocar o atributo beneficiado a cada 1 post.<br><br>

Desta maneira, existirão personagem adaptáveis a várias situações, pois ele pode adicionar em destreza quando precisar esquivar/bloquear ou em força quando precisar causar dano. A desvantagem, porém, fica evidente, pois personagem adaptáveis nunca serão os melhores em determinada área, pois só aproveitam metade de um atributo, podendo investi-los diretamente no atributo almejado.<br><br>

Valores ficam a critério da staff.<br><br><br>


2. Sugiro que efeitos gerais que causam % da vida com dano, tenham algum atributo ou sub-atributo atrelado a eles. O que acontece é que um personagem sem qualquer fonte de dano real, pode causar um dano constante no seu inimigo. Ou seja, ele só precisa investir tudo em defesa que alguma hora seu oponente vai cair, seja este último mais forte, mais tank, mais evasivo, etc etc. Atrelar este efeito a algum atributo ou sub, forçará a necessidade de se investir em dano para realmente causar dano.<br><br><br>


3. Lágrimas. Sim, lágrimas. Sugiro que se possa resetar duas vezes ao ano, sendo este segundo para personagens de no máximo lvl 5, e que estes preservem até 10 gemas. A alma do fórum são os players, e porque obrigá-los a jogarem com personagens que ele não gostam mais? Porém, entendo a necessidade de não incentivar este tipo de coisa, para forçar a criação de personagem mais concretos.<br><br>

Acho que duas vezes ao ano é aplicável, ainda mais com a segunda nota que serviria para delimitar a apenas personagens que ainda não conseguiram se concretizar, digamos assim. As 10 gemas são só um prêmio de consolação.</div>[/dohtml]
Apr 21 2018, 09:08 AM
sugiro:

peças desnecessariamente grandes (ou pesadas)! se o ciborgue escolher ter peças maiores que 4 metros, ou pesadas, ele adquire o mesmo calculo da vida dos gigantes, embora receba também as mesmas desvantagens desta raça - redução na esquiva e ocupação de navio

mas só funcionaria a partir do último shift, por causa de q o corpo tem q ficar proporcional

atualmente eu acho ciborgue mais fraco e chato em relação aos outros caminhos, por isso estou tentanto algumas sugestões pra ver se ele fica mais maneiro pelo menos pra mim kkkkkk


é isso obg
Apr 11 2018, 07:42 PM
venho sugerir que existam diferentes qualidades de shifts de ciborgue

por exemplo:
tier 1 - bonus / custos atuais
tier 2 - bonus 50% / custa 5 gema
tier 3 - bonus 0% / custa 1 gema

...

apenas dei exemplos, os valores a staff decide

a vantagem é que permite ser ciborgue sem gastar muito, além de criar uma variedade de peça tipo o franky, a desvantagem é q tu joga um monte de gema fora quando dá upgrade de tier, dai fica balanceado

também seria bom colocar a regra que só pode comprar tier 1 caso ciborgue seja escolhido como segundo caminho, pq se não os cara ia comprar facilmente os tier inferiores só pra ter algo e tal

seilá humildemente é isso abraço
Apr 1 2018, 03:12 PM
#2
[dohtml]<div style="font-family:arial; font-size:12px; padding:70px; text-align:justify; color:#4F4F4F;">Era meu primeiro dia como agente. E eu estava completamente perdido. Meus primeiros passos naquela instituição diferente, Cipher Pol 3, foram marcados por uma incrível falta de sentido. Incontáveis pessoas passava rapidamente para todas as direções, atarefadas, enquanto eu permanecia imóvel e espantado diante tudo aquilo. Muito embora, era impossível não perceber os olhares. Parece que todos me viam com um certo desprezo e desdém, como se esnobassem o pobre novato que acabara de chegar. Ou era isso, ou era receio, propus com certo carisma. Afinal, algum deles teria que me ensinar quais deveriam ser os primeiros passos ali ou, pelo menos, passar-me as primeiras impressões do lugar.<br><br>

— Não se preocupe. — Uma voz rouca soou e me surpreendeu. — Em breve você pega o ritmo.<br><br>

Virei-me de prontidão, avistando o interlocutor parado ao meu lado, um sujeito mais velho do que sua voz aparentava. Embora fosse de um tom áspero e quase idoso, carregava uma força determinada, firme, trazendo a sensação de um homem em sua meia idade. Porém não. Definitivamente não. Ele possuía barba e cabelos tão brancos quanto se poderia ter e que, ainda que fosse grandes, não escondiam suas rugas poderosas. Seu ar era de autoridade, trazendo a ideia de que era algum agente importante.<br><br>

— Eu espero. — Respondi-lhe, apertando sua mão. — Satisfação, eu me chamo Ezx. Muito obrigado pela recepção.<br>
— A criança de Dir Noir! É uma honra conhecê-lo. Gostaria… — Antes que ele pudesse terminar sua frase, um outro homem surgiu em seu lado, definitivamente mais jovem, porém com o tom da voz igualmente determinado. <br>
— Não temos tempo para isso agora.<br>
— Sinto muito, Ezx, mas as apresentações vão ficar para outra hora. Tome, pegue este livro, e quando nos vermos de novo você me diz o que achou. Certa? Maravilha! Até breve, meu jovem.<br><br>

[...]<br><br>

Diferente dos outros dois, este à minha frente tinha o mesmo olhar do que a maioria de antes. Desdém, desprezo, e definitivamente receio, já que era ele o meu superior imediato em minha primeira missão como um agente confirmado. Ele não tinha falado nada sobre a missão até agora. Na realidade, ele não tinha falado absolutamente nada, e eu também não fazia questão nenhuma de ter qualquer diálogo com ele. Se ele ia falar ou não, se ia me ajudar ou não, pouco me importava, de fato. Minha determinação por si só era o único aliado de que precisava. E esta nunca tinha me faltado.<br><br><br><br>

Spoiler
A missão não tem muito objetivo além dos mais normais: Dinheiro, desafio, etc etc. Como eu disse na aventura anterior, vou realizar algumas missões sem grande impactos psicológicos pro personagem, que é pra poder criar uma base interpretativa de "cara normal", porque, afinal, esta é a proposta principal do meu personagem, ser um "cara normal". Pode até ter algumas peculiaridades e tal, mas a base é essa mesmo. Depois eu posso até deixar ele mais concreto, com estranhezas únicas e tal. Inclusive, a intro deste post é para isso, mas, como eu disse, é só pra depois mesmo, então pode desconsiderar. Sendo assim, não tem muito o que indicar ao GM, apenas que seja uma missão massa e lucrativa. Aliás, tomei a liberdade de criar um NPC pra poder começar a missão. Só isso só.<br><br>

Ah, na real, a única coisa que eu gostaria de pedir é que a missão fosse na GL, que é meio que o próximo passo no sentido das aventuras e tal. Quero o bônus de XP também. Daí nos próximos posts teria que postar indo até lá, que eu deixei em aberto porque não sei muito bem como funciona. É isso aí é nós
</div>[/dohtml]
Jan 25 2018, 10:00 PM
#1
[dohtml]<div style="font-family:arial; font-size:12px; padding:70px; text-align:justify; color:#4F4F4F;">— Você consegue me entender? — Balbuciei as palavras com uma dúvida evidente.<br>
— Sim, mestre.<br><br>

A resposta era mais que esperada, embora ainda fosse uma grande surpresa. Quanto tempo eu tinha gasto naquele projeto? Quantas horas de sono tive que abrir mão para fazê-lo funcionar? Os prejuízos se apagaram sob um reflexo luminoso de sucesso.<br><br>

— Quanto é dois mais dois?<br>
— Quatro, mestre.<br>
— A multiplicação deste por dois mil e quinhentos e três, elevado a décima primeira potência?<br>
— Novecentos e setenta e três milhões quatrocentos e vinte mil e seiscentos.<br>
— Parece que você deu certo!<br>
— Sim, me… me… me… me…<br>
— EX-35, você está bem?<br>
— Me… me… me…<br>
— Relatar erro. — O bipe repetido continuou. — Reportar condição sistêmica.<br><br>

Nada. Meu sucesso não durou nem algumas horas. Sequer minutos, na realidade. O pseudo robô entrou em colapso assim que sua capacidade fora posta em prova. Bem, ainda assim era um avanço, nas minhas trinta e cinco tentativas anteriores não havia nem conseguido fazê-lo responder. Seja como for, dei um golpe forte na parte fronta de sua cabeça e deixei que ele descansasse; o movimento fora mais forte que o necessário, afinal, aquela repetição sonora já havia me perturbado o suficiente.<br><br>

[...]<br><br>

— Se eu completar esta missão, você financia a peça que procuro? — Disse firme, olhando para meu superior imediato. É claro, aquilo não era uma negociação, e eu teria que fazer uma missão de qualquer jeito como parte do acordo principal: Minha estadia ali dependia da minha ingressão para os agentes do governo. Meu interesse na patente era pouco, mas eles poderiam me oferecer grandes recursos para minhas pesquisas. Portanto, teria que completar missões se quisesse continuar com minhas criações.<br><br>

— Se for um sucesso…<br>
— Será.<br><br>

Arrumei alguma coisa aqui e outra ali, e parti para o que julgava ser uma inevitável perda de tempo. Ou, pelo menos, era assim que achava.<br><br><br><br>
Spoiler
Meu personagem está em um campo de treinamento preparatório para virar um agente do governo. Tipo uma escolinha de futebol antes de jogar no profissional. Vai realizar uma missão sem muita vontade, mas vai. É claro, sua animação pode despertar se surgir oportunidades para ele desenvolver sua engenharia. É isso, é nós, mt obrigado
</div>[/dohtml]
Last Visitors


Yesterday at 10:06 pm




Yesterday at 05:36 pm




Yesterday at 09:18 am



Comments
No comments posted.
Add Comment