Santuário RPG
versão 8.1

Profile
Personal Photo

No Photo

Options
Custom Title
Flamel doesn't have a custom title currently.
Personal Info
Location: No Information
Born: No Information
Website: No Information
Interests
No Information
Other Information
Atalho 2: No Information
Atalho 3: No Information
Ficha:: http://rpgonepiece.com/index.php?act=ST&f=7&t=1037&st=0#entry10422
Atalho 1: No Information
Imagem da Facção: http://files.jcink.net/uploads/bnwrpg/marinheiro.png
Cargo da Facção: Tenente Comandante
Cor da Facção: 3d7af6
Pronome:: Ele
Idade: No Information
Alias: No Information
Statistics
Joined: 25-September 15
Status: (Offline)
Last Seen: ---
Local Time: May 26 2018, 01:14 AM
1199 posts (1.2 per day)
( 2.45% of total forum posts )
Contact Information
AIM No Information
Yahoo No Information
GTalk No Information
MSN No Information
SKYPE No Information
Unread Message Message: Click here
Unread Message Email: Private
Signature
View Signature

Flamel

Marinheiro

Topics
Posts
Comments
Friends
My Content
May 16 2018, 12:30 AM
Já faz um bom tempo que eu queria escrever a respeito dessa mecânica não explorada em nosso cenário, pois faltavam desde informações até meios de sistematizá-la.

Antes de mais nada, vamos contextualizar essa informação dentro do sistema, que diz:

• Haoshoku Haki (Haki do Rei): é a canalização da vontade do usuário, portanto embora não aumente nenhum atributo físico, mune a pessoa com uma vontade de ferro e a impõe sobre as que não tem força para aguentá-la. Este Haki não pode ser obtido por vias normais.

Além disso, na obra, pudemos ver que esse haki, além do efeito citado acima, pode ser usado para domar criaturas de baixo raciocínio, como também causar status e/ou dano, vide Big Mom.

Porém, o primeiro ponto a ser discutido é como “sistematizar” o quesito vontade forte versus fraca. Ao pensar nisso, pelo que temos de informação, a vontade de um personagem tem uma ligação direta com seu poder, pois podemos ver nos casos mais explícitos do uso desse Haki onde ocorre um nocaute instantâneo dos personagens mais fracos, que possuem uma vontade fraca, enquanto aqueles de vontade mediana e/ou superior sofrem efeitos menores ou nulos.

Usando esse parâmetro e o que dispomos em nosso sistema para ajudar a quantificar, acredito eu que usar o nível de Doriki dos personagens seria a melhor maneira de avaliar o quesito vontade, onde a depender da diferença dos níveis de vontade os efeitos do haki do rei seriam aplicados. Ou, como uma segunda opção, uma fórmula que mescla Doriki e Level, seja criada para mensurar a vontade do personagem.

Os Status mais interessantes a meu ver, seriam:

Medo, Paralisia e “Nocaute”. Sendo que esses efeitos não seriam influenciados por questões como Acerto versus ND, mas sim Vontade versus Vontade.

Exemplo:

Vontade inferior a 50% = Sem efeito.
Vontade 50% maior que a do adversário = Medo.
Vontade 75% maior que a do adversário = Paralisia.
Vontade 100% maior que a do adversário = Nocaute.

Além disso, para os seletos detentores desse raro tipo de haki, poderia ser dados alguns bônus, como:

Uma técnica extra, ligada a esse tipo de haki, com 50% de desconto de EP.
Um bônus passivo, porém pequeno, tanto no haki do armamento quanto no da observação.


E duas peculiaridades exclusivas, que seriam:

Intimidação: Seu personagem é capaz de intimidar facilmente alvos que possuam uma vontade menor que a sua, deixando-os receosos e amedrontados para combatê-lo ou confrontá-lo.

Benefício: Sempre que alguém sobre esse efeito tentar combatê-lo ou confrontá-lo, deverá lançar 1d5, caso o resultado seja 1 ou 2 ele não será capaz de agir e ficará submisso naquela rodada, qualquer valor diferente desse ele é capaz de agir normalmente. Caso possua a peculiaridade “Coragem” o resultado é reduzido para 1. Obs: Necessário estar com o Haki do Rei ativado.

Inspiração: Seu personagem é capaz de inspirar todos os aliados que estejam próximos dele, deixando-os mais confiantes e dispostos.

Benefício: Todos os aliados próximos a você, e somente eles, recebem um bônus de sucesso para qualquer ação de +1. Caso possua a vantagem “Liderança” o bônus para seus aliados aumenta para +2. Obs: Necessário estar com o Haki do Rei ativado.


Agora, tendo a mecânica, os bônus e as singularidades do Haki do Rei definidas, nos resta a metodologia de aquisição. Na obra, podemos notar que são poucos os personagens que o possuem e os que o possuem são de suma importância e impacto no cenário. Diante disso, esse Haki não pode ser comprado, mas sim conquistado e eis minha sugestão:

Requisitos iniciais:

1. Ter comprado “Despertar do Haki”.
Necessário para explicar uma afinidade mínima com o Haki.

2. 5 aventuras concluídas com o personagem atual.
Necessário para que o personagem tenha alguma bagagem dentro do cenário do fórum e que não seja apenas um level 20 que acabou de resetar.

3. 1 ano de fórum.
Necessário para que os contemplados sejam jogadores que realmente dispuseram de tempo no fórum e dificilmente o deixarão de uma hora para outra.

Com esses requisitos iniciais você estará apto a ser candidato a despertar (ganhar) esse haki caso seja o caso. Essa aquisição, eu sugiro, que seja dada somente através dos eventos globais que ocorrem numa média de 1x por ano. Onde, no máximo, até 3 jogadores poderão ser agraciados com o despertar, lembrando que não é obrigatório sempre ser 3, pode acontecer de somente 1 ou nenhum ter alcançado o padrão esperado para ser contemplado com o haki.

Bom, esse é um esboço inicial da ideia, aceito sugestões de como poderia ser melhorada essa questão, pois acho que o Haki do Rei é algo que já pode ser anexado no fórum. Isso pois, a meu ver, seu poder “bélico” não é o maior problema, mas sim seu poder interpretativo.
May 12 2018, 11:21 PM
Iai pessoal, tudo bom?

Hoje eu vim aqui sem intenção de tretar, criar caos, tomar ban ou falar que o Rawnor é infiltrado do Gouki na marinha, mas o Muffin atira em crianças sim.

Bom, estou com a ideia de fazer um Podcast com o tema de One Piece (obviamente), mas voltado pra galera do fórum e tals, mas para isso eu precisaria de alguns “amiguinhos”, menos quem tem o nick que começa com R, acho que uns 2 ou 3 serão o suficiente. Então, se você tem interesse em participar dessa treta comigo, que não tem vergonha de falar e que não fala de dentro de um pote de maionese, sintam-se convidados e deixem sua disponibilidade. A ideia é tentar fazer um cast por semana tendo como base o último capítulo lançado, maiores informações me procurem. Obrigado!
May 10 2018, 09:45 PM
Bom, venho com uma proposta no que envole a questão hierárquica da marinha, para dá-la mais peso no cenário e seus acontecimentos, já que a tabela de fama foi ignorada mais uma vez, tornando-se extramente fácil ser promovido, visto que cabe somente ao GM decidir ser ou não ser apto o jogador para que seja promovido, independente de seus feitos on game.

Sem mais delongas, vamos lá!

Na marinha temos algumas patentes que podem ser consideradas “chave”, devido ao impacto que podem gerar dentro do cenário, porém esse impacto, hoje, é estritamente exclusivo aos NPC’s e por isso sugiro que os jogadores também possam fazer parte desse cenário.

۰ Capitão (大佐 Taisa)

É a primeira patente de maior autonomia dada a um jogador, pois além de receber maior “liberdade” para agir ele também é agraciado com um navio de uso exclusivo, uma tripulação de NPC’s e outras regalias, como, por exemplo, o comando de uma base da marinha nos blues.

Bom, vamos começar por essa patente.

A. Gostaria de propor que todos os jogadores que possuem essa patente, tenham a liberdade de promover e/ou rebaixar tanto NPC’s quanto jogadores, desde que atendam duas condições:

1. O NPC e/ou Jogador deve ter uma patente inferior.
2. O limite para se rebaixar ou promover deverá ser entre as patentes de Soldado até Comandante.

B. Além disso, caso o jogador ou NPC possua uma base sob seu comando, nenhum NPC/Jogador que possua patente inferior à de Almirante poderá passar por cima de sua autoridade dentro de sua jurisdição, de forma a valorizar sua posição e privilégio.

C. Para fins qualitativos e de mensuração, sem necessidade de uma precisão muito grande, ser definido o limite de NPC’s e seus leveis que um jogador poderá ter sobre seu comando, de forma a facilitar que o GM tenha uma visualização sobre o poderio de determinadas tripulações de marinheiros.

۰ Comodoro (准将 Junshō)

É a segunda patente de maior impacto para um marinheiro, pois além dos benefícios e privilégios concedidos pela patente de Capitão, eles são agraciados com a permissão de tomar decisões de maior impacto dentro do cenário. Onde os comodoros se reúnem com o Comodoro Líder e definem as recompensas de piratas e criminosos, podendo alterar valores, criar situações específicas de captura (somente vivo ou somente morto, por exemplo) e também abordar outros tópicos de menor importância, sendo a questão das recompensas o principal.

Eles também podem comandar mais de um navio, maior quantidade de marinheiros e ter uma base sob sua responsabilidade na Grand Line.

A. Minha proposta aqui é que as recompensas deixem de ser uma tarefa exclusiva da staff, que ela seja compartilhada com os jogadores que possuam patente igual ou superior à de comodoro, porém o papel de Comodoro Líder será de um NPC exclusivo da staff, mas os valores das recompensas deverão ser definidos em conjunto através de um “evento” atemporal e sem recompensa, somente de fim interpretativo entre os jogadores e o staffer responsável por controlar esse NPC.

Obs: Todos os oficiais com patente superior à de Comodoro podem participar dessa reunião caso desejem.

۰ Contra-Almirante (少将 Shōshō)

Assim como as patentes anteriormente citadas é uma patente de grande impacto e importância dentro do cenário, pois além das regalias e permissões concedidas pelas patentes já citadas, sendo essas em quantidade maior, eles também possuem a permissão para ocupar uma base na Grand Line ou no Novo Mundo*.

Porém, além disso, gostaria de sugerir que a partir dessa patente exista a permissão de acesso a Impel Down sempre que solicitado, assim como a Corrente Tarai, Mariejoa (Para atravessar para o Novo Mundo) e a Enies Lobby, sem a necessidade de autorização superior.


۰ Vice-Almirante (中将 Chūjō)

Como as patentes já citadas, essa possuí os mesmos benefícios e em maior escala. Contudo, para que haja uma diferenciação e um maior impacto de sua posição dentro do cenário, queria que fosse criado um limite de vagas para essa posição (7, 9 ou 11 Vagas), onde os jogadores sempre terão prioridade pela vaga (explicarei mais abaixo), mas quando não houver jogadores o suficiente para ocupá-las elas serão feitas por NPC’s em comando da staff.

Esse grupo seleto de Vice – Almirantes, além de serem os responsáveis por cumprirem e liderarem um buster call, caso seja solicitado por um Almirante. Terão também a tarefa de controlar o sistema de Shichibukai. Isso é, será dever deles decidir se um Shichibukai manterá ou não sua posição, de acordo com o cenário e as informações que os envolvam e também o dever de indicar um novo substituto para uma vaga, caso essa venha a existir. Contudo, tudo será feito por votação, por isso a necessidade de ser um número ímpar de vagas.

Obs: Os 3 Almirantes e o Almirante da Frota podem participar dessa decisão caso desejem.

۰ Almirante (大将 Taishō)

Uma das posições mais cobiçadas por um marinheiro, mas dificilmente será ocupada por um jogador, apesar de não ser a posição máxima da facção, pois devido ao seu colossal impacto dentro do cenário, por seu limite de vagas (3) e pela possibilidade de utilizar o Golden Den Den Mushi, que inicia um Buster Call. Assim como todas as patentes já citadas possuí todos os benefícios e regalias em maior proporção e além de tudo isso pode usar o Golden Den Den Mushi ou autorizar alguém a utilizá-lo.

۰ Almirante de Frota (元帥 Gensui)

Não irei citá-la, pois é uma posição única e exclusiva da Staff.

Resumindo, minha proposta, basicamente, é colocar os jogadores que possuem uma longa "carreira" na facção em posições que os permitam ter acesso ao desenvolvimento do cenário, tornando-o mais imprevisível e criando dessa forma expectativas mais abrangentes, visto que não existirá mais uma influência exclusiva da staff.
May 10 2018, 01:17 AM
Aqui serão descritos todos os NPC’s que possuem uma relação significativa com os personagens do esquadrão, essa construída durante o percorrer das aventuras realizadas. Dessa forma, criaremos uma base de NPC’s para que haja uma fácil consulta por parte dos próprios membros e narradores, podendo esses serem mencionados e utilizados pelos GM’s no decorrer das aventuras e histórias, construindo assim um background mais coeso.

@Rawnor @Wanderer
Apr 26 2018, 12:26 AM
Queria sanar algumas dúvidas a respeito do cenário do fórum devido a escassez de informações dentro do sistema.

1. Na obra existem os reinos que são aliados ao governo mundial, sendo esses mesmos reinos integrantes do Reverie, que se reúnem a cada quatro anos para debater. Porém, nem todo o reino faz parte dessa aliança com o governo, existem reinos, mesmo que poucos, que são totalmente independentes. Diante disso, minha dúvida é, dentro do cenário, quais são as ilhas que pertencem a essa aliança e possuem uma cadeira no Reverie. Pergunto isso pois, quando uma ilha aliada é atacada por uma força inimiga todos os aliados se voltam contra essa força, assim como ocorreu em Enies Lobby quando o luffy queimou a bandeira do governo declarando guerra a todos os reinos aliados. Além disso, queria sugerir que todas as ilhas que façam parte dessa aliança tenham em sua descrição um campo que identifique ela como tal.

2. Essa questão me surgiu a partir da minha aventura, não por sua existência nela, mas sim por ter muita influência de nobres. Bom, é sobre os Tenryūbito, na obra eles são retratados como as 20 famílias reais que deram origem ao governo mundial após os acontecimentos do século perdido. Sendo duas dessas famílias, os Nerfetari e os Donquixote, por opção, deixarem o título, restando assim somente 18 famílias. Apesar de termos poucas informações a respeito deles, sendo basicamente que eles comandam tanto o Governo Mundial quanto a marinha e possuem uma infinidade de regalias, queria saber como funciona a dinâmica deles no cenário, se eles são tratados como NPC’s importantes, que necessitam de alguma liberação, ou são NPC’s que podem ser usados a vontade. Digo isso pois, por ser tratar de “poucos” 18 famílias e não usamos a obra como regra, mas sim como referência, não seria interessante o cenário desenvolver essas famílias e seus principais membros? Acho que seria uma adiação interessante para se trabalhar em eventos.

3. NPC’s, cheguei a perguntar isso no chat, mas sinto a necessidade de alguma formalização ou regra. Basicamente, em muitas aventuras, as vezes ao acaso e outras planejadas, são criados NPC’s que acabam impactando em muito a história dos jogadores e outros que o acompanham por várias e várias aventuras. Diante disso, queria saber o que o cenário pensa sobre a criação de um “Banco de NPC’s” onde toda aventura que tenham um NPC importante para um personagem que possa ser usado dentro do cenário seja incluso. De forma a trabalhar mais esses personagens, criar ferramentas para os narradores e criar uma forma de interação entre jogadores através de uma ponte entre a utilização desses NPC’s que possuem alguma relação.

4. Yonkou’s. Temos hoje todos os Shichibukais, Almirantes, Líder Revolucionário e etc apresentados, mas os Yonkou’s que são tão famosos quanto os citados ainda não descritos no cenário e acho isso algo bem chato, não entendo o motivo deles não serem conhecidos e divulgados. Assim, queria saber o posicionamento do cenário quando a criação e inserção deles dentro do fórum.

5. Há alguns dias um jogador postou um ideia muito interessante a meu ver, que pode ser consultada nesse link: http://rpgonepiece.com/index.php?showtopic=5826 Existe possibilidade de aplicá-la? Acho que seria algo muito interessante e útil de forma a facilitar e estimular a interação entre jogadores, criando uma rede de contatos on game além de criar um “equilíbrio” entre os poderes e facções de forma que a depender de como esse quadro se desenvolva certos eventos podem desencadear.
Last Visitors


May 18 2018, 07:36 AM




May 14 2018, 06:14 PM




Apr 29 2018, 11:20 AM




Apr 26 2018, 07:49 PM




Apr 25 2018, 03:34 PM




Apr 25 2018, 03:31 AM




Apr 24 2018, 03:17 PM




Apr 23 2018, 03:26 AM




Apr 17 2018, 04:37 PM




Apr 13 2018, 01:23 PM




Apr 1 2018, 06:58 PM




Mar 31 2018, 02:23 AM




Mar 14 2018, 11:28 PM




Feb 26 2018, 08:23 AM




Feb 25 2018, 04:11 PM



Comments
Jaguatirico
te amo
Nov 5 2017, 10:09 PM
Add Comment