versão 8.1

 
responder
novo tópico
fazer enquete

 Cap 01 - Eu odeio meu trabalho
Zed
 Posted: Jul 3 2018, 07:54 PM
citar


Zed




Aspira



391 posts

Ficha

Zed is Offline

Aventureiro




Durante as últimas horas estava ali, no convés daquele navio de transporte apenas observando o formado de Sealkoun Island se tornar cada vez mais próximo. Desde que conseguia lembrar o objetivo de vida de meu pai era por todos os filhos na marinha, e comigo isso iria se concretizar, o único problema é que eu não estava nem um pouco feliz com a ideia.

Quando o barco parou e a prancha desceu para o desembarque apenas suspirei profundamente, como se estivesse reunindo coragem para o que estava por vir. “Eu não acredito que realmente chegou a esse ponto... ” Com a cabeça baixa caminhava pela cidade ainda desconhecida, esporadicamente levantando olhar e observando meus arredores, mas não a procura da base militar, e sim de um bar ou taverna que estivesse aberto naquela hora. “Eu não consigo encarar essa sóbrio... ” Concluía em desanimo.

Encontrando um local que se adequasse ao que procurava, adentraria e procuraria uma mesa isolada e vazia, onde pudesse sentar sozinho e esperar por atendimento. – Whisky... – Silabava unicamente sem nem mesmo olhar os olhos do atendente. Mas já imaginando que ele conseguiria estragar com esse simples pedido me via obrigado a acrescentar algumas palavras. – Dose dupla, dois cubos de gelo. – Ainda mantinha o olhar longe do indivíduo, apenas observando o interior da taverna, evitando cruzar olhares e desviando de imediato, com uma expressão melancólica aguardava a bebida.


Objetivo:
[ ] Virar marinheiro
mp
^
Brutthus
 Posted: Jul 8 2018, 06:29 PM
citar


Brutthus




Aventureiro



50 posts

Ficha

Brutthus is Offline

Estagiário




Após um longo período navegando, Zed havia chegado ao seu destino, porém enquanto muitos dos tripulantes do barco pareciam felizes de finalmente estarem pisando em terra novamente, o jovem cozinheiro parecia marchar em direção ao seu próprio tumulo.

Na concepção do rapaz era mais ou menos isso que acontecia mesmo, afinal apesar dos duros anos de treinamento e preparação para se tornar um marinheiro como seu pai queria, aquele parecia ser nem de longe um desejo pessoal.

Com um suspiro de desanimo descia pela prancha, mantinha sua cabeça baixa seu olhar nos paralelepípedos no chão, vira e meche erguia os olhos e tornava a baixar, procurava um bar onde pudesse afogar suas mágoas.

Esse melancolismo todo o impedi de ver a grande bagunça que era aquela cidade, a cada esquina parecia ter alguém brigando e o pior, todos sorriam com isso. Não demorou muito e Zed encontrou um bar, aparência simples, porém relativamente maior que o normal, após entrar no estabelecimento se dirigiu sem muitas delongas até uma mesa bem ao fundo do Bar e sentou ali sozinho.


Mais rápido que o normal vinha de longe alguém atender o cozinheiro,

user posted image

???: - Olá... - Ficava saltitando nas pontas dos pés como um Boxel - Posso anotar o seu pedido!? - A garota parecia impaciente, saltitando de um pé para o outro, bastante suada como se estivesse treinando/lutando. - Olha moço, eu preciso voltar pro ring... -

Foi cortada por Zed que sem sequer erguer os olhos pedia apenas com uma única palava "Whisky". A garota abria um grande sorriso, como se estivesse ganhando um prêmio.

???: - Pódexá... um Whisky no capricho - Sorrindo dava as costas em direção ao bar, porém freava subitamente quando Zed completava seu pedido. Então voltando até a mesa. - Olha moço não tenho tempo a perder. - Duas doses de Whisky com Gelo... PEGA ELE LAN - gritava enquanto com seu caderninho e canela na mão continuava a escrever. - Mas alguma coisa?

QUOTE (Off)
@Zed Sem perceber você entrou no bar mais badalado da cidade, Drunkers Paradise, esse bar é conhecido pelo seu Ring onde bêbados podem lutar a vontade. Descreva no próximo post como Zed vai lidar com a mulher inquieta justamente enquanto está nesse momento tão melancólico e também ele se dando conta de onde está e da balburdia que está acontecendo.


This post has been edited by Brutthus: Jul 8 2018, 06:29 PM
mp
^
Zed
 Posted: Jul 10 2018, 05:06 AM
citar


Zed




Aspira



391 posts

Ficha

Zed is Offline

Aventureiro




Perdido em uma ilha desconhecida, o primeiro local a ser explorado era naturalmente o bar local. Diferente do que normalmente se imaginava, um local cheio de homens bêbados, clima hostil e informações secretas. Estava agora em um bar-ringue, onde até mesmo minha garçonete acabava por ser uma apressada boxeadora. Ela não parecia nada disposta a servir e parecia mais animada e empolgada para lutar... Não que eu realmente estivesse olhando. “Onde eu vim parar... ” Novamente, em completo desanimo suspirava. – Não. – Respondia com simplicidade a pergunta.

Seguia mantendo aquela expressão de poucos amigos, sozinho em meu canto apenas esperando a bebida ser entregue. Não tinha pressa ou urgência alguma. Na verdade, até me sentia mais tranquilo com a demora, era tempo a mais que tinha para “aproveitar” minha vida como civil descompromissado. Recepcionaria o copo sem nem deixa-lo tocar a mesa, após alguns giros para balançar o álcool aproveitaria um longo gole antes de repousá-lo na mesa, deixando o gelo derreter enquanto procurava algum ponto “neutro” para observar, uma pintura, cartaz ou mesmo a janela.

Em última instancia observaria o maldito ringue que todos os outros pareciam ligar tanto. “Qual a graça de ver pessoas se espancado? ” Aquela exibição de violência para entretenimento de um público sádico apenas me lembrava a infância e por consequência memórias que não gostava de acessar.

Terminando de derreter o gelo terminaria com o conteúdo do copo. Me erguendo daquele canto e indo até o balcão. – Quanto? – Uma vez informado deixaria o dinheiro no balcão, sem tocar o atendente e então me retirando. Caminhando com extrema lerdeza e falta de vontade em direção a base da marinha. Se necessário parando algum civil qualquer no caminho, permaneceria em sua frente encarando-o silenciosamente até ter sua atenção. – A base da marinha... – Perguntaria apenas na altura necessária para ser ouvido, e seguindo meu caminho sem agradecimento algum após receber as direções.

Passaria direto pelo portão sem dizer nada a guarda algum. Se não fosse impedido no caminho iria procurar por uma recepção ou escritório onde pudesse me alistar, usando placas ou indicações visíveis. E caso fosse parado na entrada ou não me achasse no interior da base, agiria de forma semelhante para chamar a atenção de algum marinheiro. – Onde eu me alisto? – E aguardaria alguma resposta, ainda com uma expressão meio vazia.
mp
^
Brutthus
 Posted: Jul 11 2018, 11:12 PM
citar


Brutthus




Aventureiro



50 posts

Ficha

Brutthus is Offline

Estagiário




Sem querer se envolver ou chateado demais para se importar com seu redor Zed não dava a mínima para a garçonete ou o alvoroço acontecendo naquele bar. Garrafas voavam, cadeiras quebravam, além de muitos gritos, desde gemidos de dor, até a voz do proprietário ameaçando "descer a porrada" em todo mundo.

Mas Zed não estava nem aí para aquele lugar, queria apenas tomar sua bebida e enfim aceitar seu fim trágico. Aquele era seu sepultamento e os momentos que o antecediam precisavam ser vividos com bastante tristeza. Sua bebida chega e com um tanto desdém pegava o copo sem deixar toca-lo a mesa, também pouco deixava que houvesse contato entre ele e a garçonete.

A moça também não dava a mínima, aquela atitude não era convencional, mas preferia dedicar sua atenção a luta que acontecia no Ring à mais um cliente mal educado.

Assim como a garçonete ninguém pareceu perceber a chegada ou a saída do cozinheiro, após deixar o valor da bebida sobe o balcão o rapaz saia em busca da base da marinha, deixava o bar para trás e toda aquela confusão generalizada.

Perguntando a quem encontrava na rua Zed descobria que para chegar até a base da marinha teria de retornar todo o caminho que havia feito, afinal a mesma se encontrava próxima a zona de carga do porto. Apesar do seu estado caminhava em direção ao porto e quando chegava logo descobria onde era a base da marinha.

Uma placa enorme estava na frente de um Prédio e nela estava escrito "Inscreva-se agora para a Marinha" e logo abaixo dela havia uma fila com muitas pessoas, onde dava para vê o final da fila, porém o inicio da mesma parecia se perder dentro do prédio.

Ainda analisando a situação Zed podia escutar.

???:
- Parece que hoje o desafio para entrar na marinha é vencer o novo Cabo da cidade, mas até agora ninguém conseguiu. -

QUOTE (off)
Meu velho, apesar de sua iniciativa, não tome decisões grandes sobre o cenário sem que seja antes condicionado pelo meu post. Usa tag com meu nome quando postar para que eu veja sua postagem.
mp
^
Zed
 Posted: Jul 12 2018, 12:54 AM
citar


Zed




Aspira



391 posts

Ficha

Zed is Offline

Aventureiro




Terminando de beber e pagando a bebida, minha presença mal era notada. Não me causava desconforto algum, na verdade parecia mais simples dessa forma. Seguindo até finalmente chegar na base da marinha após certa demora com os lentos passos, encontrava uma enorme fila, e também alguns comentários sobre um desafio. “Ai, ai.... ” Suspirava tomando a lateral da fila e indo até o início da fila. Lá procuraria por algum marinheiro uniformizado ou alguém que pudesse me tirar algumas dúvidas.

- Ei... – Chamaria a atenção, se necessário cutucando o ombro da figura. – Eu fui mandado pelo Contra-Almirante Jonathan Noxus... – Era verdade, mas dizendo em voz alta só parecia que eu estava me gabando, e usar o nome de meu pai pra isso era ainda mais irritante. – Ele disse que ia cuidar da burocracia. Vocês sabem de algo ou podem chamar alguém que saiba? – Participar daquela exibição era uma ideia desagradável demais pra mim. Se possível preferia contornar o problema simplesmente falando diretamente com alguém no comando. Aguardaria a chamada de um superior, ou com sorte do próprio infeliz já ser útil a esse fim.

Em um cenário onde isso não funcionasse, iria estalar a língua e olhar com completo nojo pra quem quer que fosse. – Então tá... – E mantendo aquela expressão de desagrado completo, iria até o fim da fila e pacientemente esperaria minha vez. Mas ainda irritado e apenas remoendo aquele sentimento, esperando a chance de descontar no tal cabo. Inspirando de forma demorada e então expirando de forma rápida e intensa. Estralando os dedos compulsivamente.

Durante a espera iria manter o olhar penetrante em direção ao tal avaliador. Ele era o alvo, ele era a meta, e ele quem eu precisava matar... Digo, espancar até quase morte. Ansiosamente, chegando minha vez apenas subiria e assumiria meu local no ringe/arena. – Vamos logo com isso. – Diria sem o mínimo de sensibilidade ou noção de minha posição.


@Brutthus
mp
^
Brutthus
 Posted: Jul 12 2018, 10:12 PM
citar


Brutthus




Aventureiro



50 posts

Ficha

Brutthus is Offline

Estagiário




Ansioso Zed avançava por toda a fila, enquanto caminhava podia ouvir reclamações vindo da fila. - Pega a fila ou babaca! - outra voz - Ninguém ta vendo esse cara furando fila não - mas nada que o impedisse. Diante da pessoa que liberava a entrada dos "interessados em ingressar na marinha" o cozinheiro tentava usar o nome de seu pai para evitar passar por todo aquele inconveniente.

Marinheiro:
- Então era você mesmo que nós esperávamos! Seu pai, digo, o Contra-Almirante fez questão de que você entrasse na arena com alguém em especial. - Dizia com um sorriso bem sarcástico.

Todos os nove filhos de Jonathan haviam sido criados debaixo de um grande rigor de treinamento e disciplina, não era de se espantar que para um homem cujo a marinha é a sua vida o "rito de entrar" na corporação não seria nada simples.

O marinheiro que liberava a entrada fechava a lista, parecia que ninguém mais iria entrar na arena hoje além do próprio Zed.
- Vamos, vamos! Melhor se preparar para um combate casual. - Dizia sorrindo novamente.

Zed era levado a uma pequena sala onde era instruído a deixar seus pertences, naquela luta não seriam permitidas armas, sejam elas quais fossem, seria uma luta apenas com os punhos e ele entraria na Arena dez minutos.

Estavam em Sealkoun, a ilha conhecida pelas suas lutas diárias, qualquer processo, ainda que a entrada na marinha não seria diferente.


QUOTE (Off)
No próximo post explica um pouco a relação de Zed com o pai, o que passou pela cabeça do personagem quando soube que o próprio pai havia imaginado essa forma de ingressar na marinha para ele e como seu personagem irá se preparar para a luta.


@Zed
mp
^
Zed
 Posted: Jul 18 2018, 01:42 AM
citar


Zed




Aspira



391 posts

Ficha

Zed is Offline

Aventureiro




Cortando a fila, podia ouvir as reclamações da plebe. “Por que esses lixos simplesmente não calam a boca? ” Mantinha o silencio, mas não deixava de me sentir incomodado. “Como se eu fosse me misturar a esse pessoal comum... ” Seguindo com o nariz empinado ia ao encontro de um marinheiro mais à frente. Porém o tom sarcástico daquele patife uniformizado conseguia ser ainda mais irritante do que os latidos dos vira-latas enfileirados. – É mesmo? – Apesar de sorrir com a boca meus olhos ainda estavam sérios e agressivos. – Espero que tenham escolhido alguém realmente bom... – Por que de ruim já tinha meu humor.

Seguia aquele sorridente irritante ainda o encarando pelas costas. Chegava até uma sala onde devia deixar meus pertences. Não tinha muito comigo, na verdade apenas tinha trazido dinheiro que ficava junto ao casaco em algum lugar seguro e bem enrolado. Afinal por mais que fossem marinheiros eu não confiaria naqueles paspalhos.

Procuraria algum acento confortável para sentar, olhar para um ponto fixo durante minha espera, incessantemente batendo o pé em um ritmo acelerado. “Primeiro me manda pra essa ilha no fim do mundo, depois manda um oponente especial pra mim?... Então tá... ” A raiva só aumentava, a sensação de indignação e incapacidade de revidar era enorme. Queria de alguma forma agir contra a vontade dele, mas perder era ainda mais irritante. Eu tinha que vencer por uma infinidade de motivos, mas naquele momento apenas queria acabar logo com a espera e poder descontar aquela frustração em quem quer que fosse o maldito oponente selecionado.

Sendo chamado iria me levantar com aquela expressão séria de mais puro ódio, como se estivesse indo para matar alguém. – Finalmente. – Silabaria acompanhando o guia até a arena. Tomando meu lugar e observando meu oponente ainda com a mesma expressão. – Eu não vou pegar leve. – Avisaria, convicto da vitória, mas não de minha capacidade em controlar minha força.


OFF: @Brutthus, 1 ataque por turno?


This post has been edited by Zed: Jul 18 2018, 01:42 AM
mp
^
1 User(s) are reading this topic (1 Guests and 0 Anonymous Users)
0 Members:

responder
novo tópico
fazer enquete