Santuário RPG RPG Mundo Mágico Zonko's
versão 8.1

Profile
Personal Photo

No Photo

Options
Custom Title
D'Phraga doesn't have a custom title currently.
Personal Info
Location: No Information
Born: 20 January 1994
Website: No Information
Interests
No Information
Other Information
Atalho 2: No Information
Atalho 3: No Information
Ficha:: http://rpgonepiece.com/index.php?showtopic=4974&st=0&#entry40644
Atalho 1: No Information
Imagem da Facção: http://files.jcink.net/uploads/bnwrpg/aventureiro.png
Cargo da Facção: Aventureiro
Cor da Facção: cecece
Pronome:: Ele
Idade: No Information
Alias: No Information
Statistics
Joined: 18-March 15
Status: (Offline)
Last Seen: Yesterday at 11:55 pm
Local Time: Feb 25 2018, 10:13 AM
48 posts (0 per day)
( 0.11% of total forum posts )
Contact Information
AIM No Information
Yahoo No Information
GTalk No Information
MSN No Information
SKYPE No Information
Unread Message Message: Click here
Unread Message Email: Private
Signature

D'Phraga

Aventureiro

Topics
Posts
Comments
Friends
My Content
Dec 22 2017, 08:06 PM
[dohtml]<link rel="stylesheet" href="http://code.ionicframework.com/ionicons/2.0.1/css/ionicons.min.css"><link href="https://fonts.googleapis.com/css?family=Cousine|Raleway:900" rel="stylesheet"><link href="https://fonts.googleapis.com/css?family=Dancing+Script|Open+Sans" rel="stylesheet"> <style>
#sanji {padding: 10px; background-color: #f1f1f1; border: 1px solid #e0e0e0; width: 449px;}
.sanji2 {padding: 5px; background-color: #fff; border: 1px solid #e0e0e0;}
.sanji2 img {padding: 5px; background-color: #f1f1f1; border: 1px solid #e0e0e0; width: 425px; height: 200px;}
.slyr1 {font: 40px raleway; text-transform: uppercase; color: #C05980; font-weight: 900; letter-spacing: -4px; padding: 20px 10px 20px 10px; background-color: #fafafa; border: 1px solid #e0e0e0; margin-top: -1px;}
.slyr1 sub {display: block; font: 8px cousine; letter-spacing: 2px; text-transform: uppercase; color: #222; }
.slyr1 sub:before {content: ""; display: inline-block; height: 1px; background-color: #222; margin-right: 10px; width: 220px; vertical-align: middle;}
.slyr2 {font: 8px cousine; text-align: right; text-transform: uppercase; color: #222; letter-spacing: 0px; padding: 5px; background-color: #fafafa; border: 1px solid #e0e0e0; margin-top: -1px;}
.slyr2 i {float: left; color: #C05980; font-size: 10px;}
.sanji3 {background-color: #fefefe; border-left: 1px solid #e0e0e0; border-right: 1px solid #e0e0e0; padding: 20px;}
.sanji4 {font: 12px 'Open Sans', sans-serif; color: #222; text-align: left; line-height: 105%, margin: 40px 60px 40px 60px;}
.sanji4 b {font: 11px raleway; font-weight: 900; color: #C05980;} .sanji4 i {color: #C05980;}
</style><center><div id="sanji"><div class="sanji2"><img src="http://i1279.photobucket.com/albums/y528/D_Phraga/post_zpsfhmfwtn3.jpg" />
<div class="slyr1">
'Til We Meet Again
<sub>
Tsukichi Artemis
</sub></div><div class="sanji3"><div class="sanji4">

<p>
A água caía produzindo um agradável vapor, cada gota que percorria suas costas nuas eram como um suave toque de massagem contra o frio que fazia do lado de fora.
</p>

<p>
Lutava contra a vontade de sair, mas não tinha como ficar mais tempo protelando, então, mesmo relutante, saiu.
</p>

<p>
Secou primeiros os cabelos com uma toalha, enrolando-os com a mesma. Em seguida secou o corpo.
</p>

<p>
Saiu do banheiro ainda enrolada na toalha. Um frio repentino subindo-lhe pela espinha.
</p>

<p>
Atchim!
</p>

<p>
Coçou o nariz com o dedo e correu rapidamente para o quarto. Fazia mais frio do que o normal hoje. Estava acostuma ao tempo sempre invernoso de L’arcan, mas hoje o tempo parecia diferente, mais gelado.
</p>

<p>
Se vestiu o mais rápido que pode. Escolhera o figurino de sempre. Uma camisa de manga-longa branca, arrumada para dentro de uma saia preta, meias ⅞ também pretas, seu confiável par de botas vermelhas e seu colete preto, por cima da camisa.
</p>

<p>
Terminou de se vestir e foi em direção a escrivaninha que ficava de frente a janela. Seu quarto ficava no segundo andar da casa, e de lá era possível ver boa parte da rua.
</p>

<p>
Todas as outras casas estavam decoradas. Enfeites verdes e vermelhos por quase todas as fachadas, pareciam tentar disfarçar o vazio que tinha no meio da rua, um espaço que até alguns meses atrás era possível encontrar uma certa loja.
</p>

<p>
Baixou seus olhos para a escrivaninha, indo de encontra a faca vermelha que nela repousava. Foi a única coisa que conseguiu recuperar do incêndio. Não sabia de que material era feita, mas com certeza era muito mais resistente do que qualquer material que já tinha estudado.
</p>

<p>
Ao lado da faca, uma carta. Pegou-a e começou a ler. Não precisava fazer isso, sabia tudo que estava escrito, até porque, a tinha escrito.
</p>

<p>
Não sabia até hoje porque escreveu uma carta para o Papai Noel, nunca acreditou nessa e nem em diversas outras histórias fantasiosas, e não pretendia começar a acreditar agora, já adulta.
</p>

<p>
Riu ao terminar de ler. A carta parecia mais com uma lista de compras ou uma página de diário do que com uma carta em si. Teve o impulso de amassá-la e jogá-la fora, mas tão rápido quanto veio, esse impulso se foi. Por algum motivo, não conseguia se ver desfazendo-se daquele pedaço de papel.
</p>

<p>
Dobrou-o em 3 partes e o guardou dentro da primeira gaveta. Na segunda, retirou os seus brincos de rubi e os colocou, olhando mais uma vez pela janela.
</p>

<p>
Vamos lá Artemis, hora de partir.
</p>

<p>
Colocou o seu cinto e prendeu nele suas luvas e esferas. Pensou em levar também a faca, mas ela não lhe pertencia, e uma hora, sua verdadeira dona poderia precisar dela. Deixou a faca no mesmo lugar que estava, deu meio volta saindo do quarto e descendo as escadas. Quando estava quase saindo de casa, se lembrou que estava esquecendo de algo.
</p>

<p>
Voltou correndo para o quarto. Tinha esquecido seu casaco, mas mais importante ainda, tinha esquecidos as chaves. Encontrou o casaco pendurado em um gancho na lateral do seu guarda-roupa, e ao vasculhar os bolsos, encontrou a chave.
</p>

<p>
Saiu de casa com as chaves em uma das mãos e casaco dobrado por sobre a outra mão. Andava a passos lentos, apreciando as casas decoradas e o movimento do comércio que ficava ainda maior nessa época do ano.
</p>

<p>
Após alguns minutos de caminhada, vestiu o casaco. Não gostava de usar o casaco e o colete ao mesmo tempo, achava que eles não combinavam nem um pouco, mas o frio vencera o seu senso de moda.
</p>

<p>
Continuou a andar, seus pés seguindo o mesmo caminho dos últimos 6 meses. Tinha uma missão muito importante para começar hoje, mas não poderia nem sequer pensar em ir sem passar no hospital antes, até porque, não sabia quando teria outra chance.
</p>

<p>
Em pouco tempo chegou ao seu destino, e sem cerimônias, se dirigiu ao quarto em que sua mentora estava internada.
</p>

<p>
Kurisu-sensei!<br>
Oh Artemis, você veio! - Falava com a boca cheia de pudim - Achei que você ia direto para lá!<br>
Kurisu-sensei, você sabe que eu nunca iria sem antes me despedir de você. - Olha as meia dúzias de pote de pudim no chão - Sensei! Você vai acabar engordando se comer tanto pudim assim!<br>
O que eu posso fazer? Eles são a única coisa boa que tem para comer aqui!
</p>

<p>
Ficaram conversando por alguns minutos, jogando conversa fora. A verdade é que Artemis não queria ir, não queria deixar Kurisu sozinha, mas ela sabia o quão importante era a missão, principalmente para sua professora.
</p>

<p>
Aproveitando que você veio aqui Artemis, leve isto! - Entrega um envelope branco, lacrado.<br>
O que é isso?<br>
Uma carta de recomendação. Quando você chegar no quartel da Marinha, pergunte pela Comandante Benne, ela é uma antiga cliente minha. Não acho que essa carta vá facilitar a sua vida, mas deve no mínimo evitar que te mandem ficar esfregando o chão.<br>
Não importo em ter que esfregar chão se isso me levar até quem fez isso contigo.
</p>

<p>
Pegou a carta e a guardou no bolso do casaco, em seguida, dando um beijo no rosto da sua professora. Foi em direção da porta, indo embora, mas parou abruptamente.
</p>

<p>
Já ia me esquecendo - Deu meio volta, tirando uma chave do bolso - Não sei quando vou voltar para casa, ou se até mesmo se vou continuar nessa ilha, então… Vou deixar a chave de casa contigo - Entrega a chave - Quando receber alta, sinta-se livre para usar minha casa como se fosse sua, sensei.<br>
Obrigada minha flor.<br>
De nada, te amo!
</p>

<p>
Saiu do hospital, o vento frio parecia ficar cada vez mais frio conforme as horas passavam. Não querendo ficar muito tempo na rua, se dirigiu rápido para a base da Marinha.
</p>

<p>
Não teve dificuldades em achar a base. Depois de 18 anos morando em L’arcan, conhecia praticamente todos os cantos da ilha, sem contar que, tinha feito um reconhecimento do caminho alguns dias antes.
</p>

<p>
Parou em frente a base, prestando atenção em cada detalhe, o memorizando em sua cabeça. A partir de agora estava fora de sua zona de conforto, portanto tinha como obrigação prestar atenção em tudo a sua volta. Sem muitas delongas, entrou.
</p>

<p>
Boa tarde. - Soprava as mãos para aquecê-las, esfregando-as umas nas outras em seguida - Onde posso encontrar a Comandante Benne?
</p>


</div></div><div class="slyr2"><i class="ion-ios-heart"></i>

<span style="color:#C05980">Inori wa toki wo koeru ♪♪</style>

</div></div></div><div style="width: 449px; font-family: arial; text-align: right; text-transform: uppercase; font-size: 7px;"><a href="http://shine.jcink.net/index.php?showuser=145">LAUZ ღゝ◡╹)ノ♡</a></div></center>
[/dohtml]
Jul 27 2015, 02:26 PM
Amanhecia em alto mar, vento soprando de sudoeste enquanto o pequeno navio pesqueiro navega a caminho de L’arcan.

Shohei estava deitado na vigia do navio, o espaço pequeno era perfeitamente apropriado para o corpo felino do mesmo.

[Shohei] – Purrr...

Durante esse tempo de viagem, a vigia era o seu lugar preferido, afastado de olhares curiosos da tripulação, confortável e não tão alto, o que ajudar a controlar o seu “receio” de alturas.

A viagem seguia em mais um dia tranquilo de tempo estável quando Shohei ouviu ao longe vozes dos marujos comentando sobre agradáveis notícias.

[Marujo 1] – Finalmente estamos chegando.

[Marujo 2] – Verdade, a viagem dessa vez demorou bastante.

[Marujo 1] – Terra à vista!

Shohei se ergue do seu espaço para poder ver as terras de L’arcan se aproximando ao horizonte. Finalmente depois de longas semanas em alto mar, era chegada a hora de se juntar a Marinha e correr atrás dos seus objetivos.
Last Visitors


Feb 8 2018, 11:34 PM




Jan 20 2018, 09:15 AM




Jan 13 2018, 09:04 PM



Comments
Yusuke Urameshi
Parabéns.

Tudo de bom para você e sua família.

Feliz aniversario
Jan 20 2018, 09:15 AM
Add Comment