versão 8.1

Pages: (2) 1 2  ( Go to first unread post )
responder
novo tópico
fazer enquete

 Chapitre I. - Les apparences trompent
Silsang
 Posted: Apr 23 2018, 12:48 AM
citar


Silsang




N/A



17 posts

Ficha

Silsang is Offline

Aventureiro




QUOTE
O dia já raiava ardente em Mockstone, e nunca os óculos de sol de Boros foram tão úteis quanto estavam sendo aquela tarde. Parecia que pelo seu tamanho e massa o sol atingia em maior escala o seu corpo, deixando-o extremamente quente debaixo daquelas roupas. Que calor... reclamou o homem mentalmente, deixando claro sua insatisfação. Estava há apenas 1 dia na cidade e já queria ir embora o quanto antes. Tirando os colaboradores da pousada, poucas pessoas notavam sua presença na ilha, tentava andar despercebido pela multidão à fim de evitar confusão e medo aos moradores.

Sua vontade mesmo era a de chegar em Finalle em paz, para enfim poder alistar-se como um Agente, mas a viagem parecia longa e teria que encontrar um porto próximo e pagar por uma possível viagem que fosse de Mockstone diretamente para a sua ilha desejada. Andava seguindo a estrada, procurando pelo litoral e por embarcações que pudessem leva-lo ao seu destino.


Off: Objetivo é simples: Tentar viajar até Finalle para poder me alistar. Tenho dinheiro pra pagar s vagem.
O resto tanto faz.
mp
^
Nuneseck
 Posted: Apr 23 2018, 10:31 PM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador




O gigante caminhava sob o Sol quente, caminhava e caminhava até chegar ao litoral. Avistava o imenso mar e... nada de barcos, ninguém queria ficar aguardando para fazer uma viagem com aquele calor todo.

Como foi caminhando pelo litoral, chegou ao "porto" primeiro, porém olhando mais adiante conseguiria ver 2 moradias e uma um pouco maior. O gigante ficaria esperando ali sob o Sol ou verificaria onde estava?

QUOTE
A narração em quote fica bem estranha e dificil de ler, não aconselho. Você me deixou de mãos atadas nesse inicio então ele foi meio curto xD já já fica melhor.

--------------------
Spoiler
mp
^
Silsang
 Posted: Apr 25 2018, 01:38 AM
citar


Silsang




N/A



17 posts

Ficha

Silsang is Offline

Aventureiro




Chapitre I.
As aparências enganam?
Conforme chegava mais próximo do litoral percebia que a movimentação do local era bem baixa. Mockstone era famosa por ser uma ilha com pouco policiamento, talvez por isso os navios não ficavam muito tempo no porto dali - pelo menos era assim que pensava o grandalhão. Enxugou o suor da testa com a manga da camisa e observou a umidade que manchava o pano de sua roupa. Estava muito calor "que calor" reclamou mais uma vez o homem.

Observando os estabelecimentos do local, avistava dois que pareciam uma moradia ou taverna, não soube verificar bem, ali de cima era tudo igual, para ele todas as casas tinham mais ou menos o seu tamanho em altura, 5 metros, e era dificil ver casas e estabelecimentos grandes ou ao menos que o coubessem por inteiro. "Isso só em cidade grande" Resmungou em pensamento, lamentando o fato das casas não serem acessíveis, era claro que o mundo precisava de mais políticas públicas de inserção à outras raças na sociedade dos humanos.

Ainda que deveras desconfiado com o que se passava por ali, Boros resolveu averiguar, encaminhando-se lentamente até uma das casas - a maior claro - à fim de encontrar alguém que pudesse explicar-lhe. Próximo o suficiente da porta bateu com os dedos fechados na mesma, ouvindo o "toc toc" da madeira. Torcia para que fosse um estabelecimento ou a casa de alguém hospitaleiro, assim poderia pedir por uma bebida para refrescar-se.



[off]desculpa pelo post anterior :p No celular o quote fica bom pra ler, achei que estava ate bonito. todavia cacei um template +/- bom pra postar organizado e mais bonitinho.
[off2]ah eu tbm mudei a aparencia do personagem apenas pela opção dele ser careca. não sei se pode mudar ou não agora q já comecei a aventura, enfim não sei onde pode oficializar a mudança :s

This post has been edited by Silsang: Apr 25 2018, 01:39 AM
mp
^
Nuneseck
 Posted: Apr 27 2018, 12:45 AM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador




O gigante decidia ir averiguar a maior das casas, era uma casa com uns 7 metros enquanto as outras tinham 5 no máximo. Delicadamente bateu com o dedo indicador e o do meio fechados na porta de madeira, um TUM TUM foi escutado como se um humano estivesse dando socos na porta - Já vai! - Falou uma voz feminina de dentro da casa. A porta abriu devagar e uma velhinha apareceu sorridente - Ow... que inesperado. - Ela olhava o gigante de baixo para cima. - Achei que fosse algum daqueles dois... entre meu filho, entre. - A idosa fazia sinal para o gigante entrar, a porta era um pouco mais baixa que a altura dele então ele tinha que se abaixar para entrar.

Era uma casa gigante com vários cômodos praticamente vazios, a mulher vinha de um deles arrastando um grande balde com água - Acho que isso é o suficiente para alguém do seu tamanho nesse calor todo. - A mulher deixava o balde na frente do gigante que podia no máximo se sentar no chão, ela senta numa única poltrona que estava no canto do comodo e encara o gigante - Então... o que venho fazer aqui por essas bandas? - Era uma idosa muito gentil, não parecia expressar qualquer tipo de mau.


@Silsang

This post has been edited by Nuneseck: Apr 27 2018, 12:46 AM
mp
^
Silsang
 Posted: Apr 28 2018, 01:20 PM
citar


Silsang




N/A



17 posts

Ficha

Silsang is Offline

Aventureiro




[QUOTE=Silsang,Apr 25 2018, 01:38 AM]
 
   
 
   
   
Chapitre I.
   
As aparências enganam?
       
            Boros aguardou pacientemente que alguém atendesse o seu chamado, o que não demorou para achar resposta já que uma voz gritava lá de dentro que já estava indo atendê-lo. Observou a grande - nem tanto - porta de madeira se abrir diante de si, e olhou sem ver ninguém à sua frente Ué, cadê? pensou o gigante, por um instante achou que a porta havia aberto sozinha, quando olhou para baixo e avistou a pequena senhora de idade que o atendera, boquiaberta, surpresa com a visita.

O gigante teve que abaixar a cabeça para entrar na casa, mas lá dentro o ambiente o cabia perfeitamente e estava tudo tão vazio quanto podia imaginar, mas ao menos era espaçosa. Esperou a desconhecida trazer-lhe água enquanto acomodava-se ali mesmo no chão, já que as poltronas não o caberiam provavelmente. Estava estranho todo aquele silêncio na região do porto, nenhum navio, nenhuma pessoa a não ser aquela idosa, aquilo intrigava o jovem Boros.

Logo que o seu "copo de água" chegou o rapaz agradeceu com um gesto positivo de cabeça e segurou o balde com as duas mãos, levando o líquido transparente até sua boca, saboreando o frescor que a água dava em seu corpo, umedecendo sua garganta seca.

A sua inquietação o fez ficar tímido perante a idosa, mas estava angustiado para descobrir o que estava se passando: - Bem, estou de passagem. Apenas procurando viajar para Finale. Mas minha senhora, se me permite a curiosidade, o que houve que está tudo tão vazio? Nenhuma embarcação, navio pesqueiro, nada... - Perguntou o jovem, ansioso pela sua resposta.    

     
   
   
 

[off] Vou pegar a dica e procurar tbm por um cabeleireiro para raspar a cabeça ;P
@Nuneseck

This post has been edited by Silsang: Apr 28 2018, 01:22 PM
mp
^
Nuneseck
 Posted: Apr 29 2018, 01:04 PM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador




A mulher observava o gigante enquanto ele perguntava - Infelizmente aqui não é nenhuma das cidades principais da ilha e aquilo nem pode ser considerado um porto. - A velhinha olhava apreensiva para o lado do comodo em que pegou o balde. - Também estamos com um grave problema de seca... o balde que tomou foi um dos meus últimos. - Ela parecia um pouco envergonhada e triste. Pela janela podia ser visto que o dia estava começando a escurecer, o gigante ficara muito tempo andando e nem percebeu o tempo passando. A idosa voltava a falar - Haviam mais pessoas na cidade, porém agora só restam eu e dois garotos que estão sempre brigando. Ninguém aguenta ficar nesse calor e no porto esperando passageiros ou qualquer outra coisa. Eu aconselho que vá embora logo criança. A velha vai até a porta e a abre - Nossa já está tão escuro! Parece que falei demais.- Ela olha para o gigante - Se não tiver lugar para passar a noite você pode ficar aqui, eu trago alguns cobertos e você os usa como travesseiro. Ela fecha a porta e fica encarando o gigante.
mp
^
Silsang
 Posted: May 1 2018, 01:52 AM
citar


Silsang




N/A



17 posts

Ficha

Silsang is Offline

Aventureiro




@Nuneseck
 
   
 
   
   
Chapitre I.
   
As aparências enganam?
       
           Comovido com a história da velha o meio-gigante não conseguiu conter as lágrimas - VOVÓÓÓ!! POR QUE NÃO ECONOMIZOU SUA ÁGUA, VOVÓ??- Começou o berreiro. Sentia-se culpado de ter tomado a possível ultima gota de água da senhora e aquilo havia o deixado muito mal. Tinha um coração mole para os necessitados, e aquilo tinha sido uma porrada no seu coração. Com os olhos cheios de lágrimas o rapaz aceitou o convite de passar a noite na casa da velha.

- Olha aqui dona, assim que acordarmos eu vou buscar água para a senhora e vou encontrar os seus dois meninos, viu? - Seus olhos brilhavam como de uma criança, mesmo embora escondido pelos seus óculos escuros era notável a sua expressão chorosa. Deitou-se no chão e aguardou a senhora apagar as luzes, mas estava tão cansado e seu sono era tão pesado quanto seu corpo, logo que não demorou para pegar no sono... 

     
   
   
 


This post has been edited by Silsang: May 1 2018, 01:52 AM
mp
^
Nuneseck
 Posted: May 4 2018, 07:52 PM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador




A senhora se espanta com a reação do gigante - Calma meu pequeno, calma. - A velha ficava muito contente com a reação do gigante, ela gostava de "crianças" bem educadas. Ela escuta Boros lhe consolando e não consegue segurar as lágrimas - Você... vai buscar água? - A senhora não aguentava e deixava várias lágrimas escorrerem pelo seu rosto - Achei que ninguém nunca se importaria com uma velhota como eu. - Ela enxugava os olhos e entrava em um comodo trazendo várias cobertas. - Faça uma cama para você dormir melhor garoto, ainda vai ter um problema na coluna. - Então ajudava e preparava uma espécie de cama. - E não se preocupe com aqueles garotos, eles são problemas demais. - A senhora desliga as luzes e o silêncio toma conta de tudo. A mulher trouxe tantos cobertores que o gigante fica muito bem acomodado e logo dorme.

Boros acorda com o sol quente o incomodando junto com um delicioso cheiro de algo fritando. Levantando ele poderia chegar até a velha que estava com o fogão em chamas de tanta comida que estava fazendo - Oh, você finalmente acordou. Estou fazendo bastante comida para você ter forças e crescer. - A mulher parecia bem feliz, estava com um sorriso de orelha a orelha. - Eu troquei a mesa de jantar por água, então me desculpe por você ter de comer de pé. - Ela parecia constrangida mas muito feliz, o gigante parecia ter dado esperanças. Ela lhe da uma grande vasilha (grande para ela e normal para você) cheia de comida, de legumes a vários tipos de carne. A velha era uma cozinheira de mão cheia, aqueles pratos todos pareciam refrescar o gigante de um modo muito estranho. - Droga! - Escuta a senhora falando depois de olhar pela janela. - Já são 9 horas, o tempo passa rápido com companhia. - Ela parecia um pouco preocupada com a hora, será que era só porque achava que o gigante não teria tempo de arranjar água?


This post has been edited by Nuneseck: May 4 2018, 07:58 PM
mp
^
Silsang
 Posted: May 8 2018, 06:32 PM
citar


Silsang




N/A



17 posts

Ficha

Silsang is Offline

Aventureiro




 
   
 
   
   
Chapitre I.
   
As aparências enganam?
       
           As narinas do Gigante tremulavam ao sentir o cheiro de comida que vinha da cozinha, isso fez com que ele despertasse de seu sono pesado e abrisse os olhos para a manhã que se fazia ensolarada. De onde estava observou a idosa cozinhar o seu café da manhã com bastante ingrediente e fritura. Tão logo levantou-se e dirigiu-se até o local onde ela cozinhava e foi muito bem recebido pela anfitriã - Oh bom dia, minha senhora. - Embora falasse com ela seus olhos estavam todos fixados na comida. Não demorou até que fosse servido, tinha receio de que estivesse comendo toda a despensa da velhinha naquele café da manhã, mas a sua fome falava muito alto para ignorar aquela boa refeição. Em uma bocada só terminou de comer, e foi alertado que a hora já passava rápido, logo ele tinha que se apressar para cumprir com sua promessa - Oh é verdade. - Lembrou - Já é hora de ir buscar a sua água vovó. Não saia daqui eu ja volto.

Boros ergueu o seu pesado corpo e se encaminhou em direção à porta. Do lado de fora, o homem estava sem um rumo certo, mas saberia pelo menos por onde começar: Procuraria por um poço ou algo parecido com um. Porém o local em que estava não era o mais privilegiado, então optou por ir até o centro ou algo próximo disso em Mockstone, pois o porto estava vazio e talvez lá tivesse mais opções e pessoas para perguntar. Com passos largos e bastante determinação, Boros enfrentou o sol quente de Mockstone em busca de água.

     
   
   
 

mp
^
Nuneseck
 Posted: May 13 2018, 04:15 PM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador




A velha abriu um enorme sorriso quando o gigante falou que iria buscar a água. - Muita obrigado minha criança. - A mulher acompanhou boros até a porta e lhe deu um saco que parecia ser de lixo - Aqui uma refeição para você, eu só consegui colocar tanta comida neste saco...desculpe. - O saco estava bem fechado e não deixava nenhum cheiro sair, mas olhando de perto o homem notaria que havia algo parecido com uma sopa dentro.

Boros logo ao sair avistava um poço ao lado da casa, o poço estava com o teto estragado e o gigante conseguia olhar para dentro. O poço parecia vazio, jogando uma pedrinha demorou uns 60 segundos até escutá-la cair em um chão duro.

Tomando outro caminho o gigante seguiu para uma da cidades principais, ele mal deu 5 grandes passos para longe da casa da velha e escutou alguém falando - Ei lixo, o que está fazendo aqui? - Procurando Boros notaria um pequeno homem que recém havia saído de uma das outras casas. O homem era baixo até para humanos e encarava o gigante nos olhos.

Homem

QUOTE
OFF=Revivi
mp
^
Silsang
 Posted: May 17 2018, 08:30 PM
citar


Silsang




N/A



17 posts

Ficha

Silsang is Offline

Aventureiro




 
   
 
   
   
Chapitre I.
   
As aparências enganam?
       
      Agradecido pelas provisões dada pela senhora anfitriã, o homem se encaminhou em busca de água, era uma missão simples porém complicada, mas para ele missão dada era missão cumprida. Ao lado da residência havia um poço artesanal, ao que parecia estava em ruínas, com o teto quebrado e sem precisar de uma análise muito profunda dava para perceber que estava vazio há dias, talvez meses. Com uma pequena pedra Boros checou se conseguiria ouvir o fundo do poço, e quando a pedra bateu fez-se eco no grande vácuo do recipiente que antes reservava água. O gigante bufou, mesmo sabendo que estaria vazio. "Uma pena" disse pra si mesmo

Quando voltou a andar para fora dali, algo interrompeu seus pensamentos. Uma voz fez-se ouvir atrás de si, alguém deveras mal-humorado e boca suja abordara-o, mas o seu grande tamanho não parecia intimidá-lo. Boros Gumpp olhou para onde vinha o som e se deparou com um serzinho muito pequeno, um desconhecido qualquer que parecia morar ali próximo. Um singelo riso surgiu no rosto sereno do jovem gigante, desacreditado com tamanha audácia e o tamanho do homem que era pequeno(até demais) se comparado a ele. - Desculpa, senhor, falou comigo? - Deu-se de desprevenido, como quem não tivesse escutado a ofensa. Afinal não estava ali para confusão e provavelmente um peido seu mataria aquele anão.

O pequeno homem tinha cabelos claros e usava uma roupa clara, cor azul marinho, não parecia velho nem tão jovem, porém o que passava na cabeça do meio gigante era apenas sair depressa dali se possível ignorar o pequeno ser. "Devia ter ignorado, olhado para trás e fingir que não tinha visto... droga" lamentava-se o rapaz. Era uma boa tática para fugir de encrencas.

     
   
   
 
@Nuneseck
mp
^
Nuneseck
 Posted: May 31 2018, 02:02 PM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador




O gigante falava com o homem, claramente parecia ser mais forte que o aquele anão então não se importava com a ofensa. - Não, não, falei com a outra pilha gigante de estrume que está na minha frente. - O homem estava claramente tentando irritar Boros. - O que faz aqui? Aposto que roubou a Senhora Magui não é mesmo? E agora está querendo dar no pé. - O anão colocava o polegar no próprio peito e o estufava - Eu! O desbravador do mar, aquele que pode parar uma bala com um sopro, aquele que é mais forte que montanhas, pararei você. - O loiro mostrava duas soqueiras e as equipava - Vem, vem, vamo cai no pau aqui mesmo. - Um homem tão pequeno falando isso era algo cômico, mas ele realmente parecia sério. - Não vai começar? Então ta bom. - O homem começava a correr na direção do gigante e com um pul lhe aplicava um potente soco na perna. Mesmo com todo o seu tamanho Boros acabava se desequilibrando, será que o anão se provaria um adversário digno? Olhando para o homem veria que o mesmo estava no chão deitado.


QUOTE
Desculpe a demora. Como conversamos PV, eu estava meio mal mas agora vamo que vamo.


@Silsang
mp
^
Silsang
 Posted: Jun 2 2018, 04:40 PM
citar


Silsang




N/A



17 posts

Ficha

Silsang is Offline

Aventureiro




 
   
 
   
   
Chapitre I.
   
As aparências enganam?
       
Como se já não fosse estranho demais as ofensas gratuitas, o anão de cabelos dourados parecia enfurecido com a presença de Boros, que tentou manter a calma. Seus óculos escuros escondiam muito bem sua expressão de riso, algo que provavelmente deixaria o humano mais nervoso ainda. Meia dúzia de frases depois o gigante percebeu que estava em um grande mal entendido, mas sua vida era resumida em inúmeros mal-entendidos e a sua única reação foi a de manter a calma e tentar dialogar com o desconhecido. - [colorida=purple]Olha, o senhor acho que está um pouco equivocado. Eu não roubei nin... - antes que pudesse terminar o outro rapaz parecia interrompe-lo, apontando o dedo com bravura.

Ao passo que a conversa unilateral se encaminhava, o jovem Gumpp deu-se conta que estava diante de um lunático "Como pode um serzinho deste tamanho ser tão bravo* pensou. Ali já era tarde demais - Senhor eu não...- Interrompido mais uma vez o gigante observava o humano chamá-lo para briga, parecia determinado, com um par de soqueiras e bastante ódio para lutar. Boros bufou, conformado de que teria que lidar com ele de outros jeitos, porém não queria briga e muito menos machuca-lo.

Avançando depressa o anão conseguiu golpear a perna de Boros que sentiu o golpe. Desequilibrado tombou levantando poeira e sujando sua roupa. Não podia perder a pacote ou acabaria matando alguém e isso ele não queria, entretanto aquele anão merecia uma lição. O Meio-gigante levantou-se no alto de seus 5 metros, e frente a frente com o inimigo entrava em posição de combate, seus cotovelos flexionados e próximos a cabeça davam a proteção necessária embora o anão nunca o alcançaria ali em cima. As pernas abertas para manter o equilíbrio davam sustentação ao seu corpo, assim que atingido poderia manter-se em pé. -Veja bem senhor anão... É muito sagaz de sua parte me enfrentar, digo que é coragem para não dizer burrice... Sabe muito bem que um de nós vai se machucar feio aqui. - As pernas e braços do gigante pareciam fazer força pelas veias agora sobressaltadas, estaria nervoso pela queda? Ou preparando um super ataque? - Prepare-se para minha arte secreta dos golpes secretos de gigantes. Vai se arrepender de ter me conhecido! FUUUUUGA INDÔMITA! - Os pés de Boros moveram-se rapidamente, seu tronco pareceu deslizar para trás e toda a força concentrada fora usada para dar um longo impulso com os pés e assim pôs-se a correr o mais rápido que pode de costas para o anão, sem olhar para trás dando passadas muito largas. Boros estava fugindo do embate para não causar uma tragédia, que baita estrategista de batalha

     
   
   
 
@Nuneseck
mp
^
Hang
 Posted: Jun 13 2018, 08:24 PM
citar


Hang




N/A



698 posts

Ficha

Hang is Online

Desenvolvedor




*O anão abria um largo sorriso ao ver o gigante cair após o seu golpe e começava a estalar seus dedos enquanto o meio-gigante se erguia do chão e olhava-o de cima*

- Tá levantando só pra cair de novo. Renda-se ao desbravador e eu não irei te bater mais... muito

*O pequenino encarava Gumpp com um olhar muito atento enquanto o gigante falava sobre suas técnicas secretas. O loiro dava um passo para trás se preparando para receber o impacto do golpe que Boros lhe daria, quando o meio gigante começava seu movimento, apesar de toda bravata, o anão se encolhia um pouco e levava alguns segundos para perceber que o grandalhão estava fugindo.*

-SEU DESGRAÇADO! VOLTA AQUI E ME ENFRENTE COMO UM GIGANTE

*O anão perseguia Boros pelas ruas porém a diferença no tamanho da perna dos dois dava a vantagem para o gigante na fuga que aos poucos ia se distanciando do homem que o perseguia, mas ainda assim o anão não desistia e continuava gritando de forma escandalosa ofensas para Gumpp e aos poucos muitas pessoas que andavam pelas ruas começavam a encarar aquilo e era possível ver que alguns homens começavam a se mover para tentar interceptar o gigante que fugia, assumindo que ele devia ter feito algo errado. Boros precisaria pensar em algo ou poderia acabar sendo perseguido por várias pessoas que não sabiam o que estava acontecendo*

QUOTE
@Silsang mil desculpas cara o Nune tinha falado comigo mas eu acabei esquecendo completamente, perdão a demora irei compensar. Espero que goste da aventura, primeiro post foi meio fraco porque estou pgando o jeito do personagem e tal. Se precisar de alguma coisa, tiver alguma dúvida, pedido ou reclamação, pode falar comigo. Se puder, me manda uma PM com os desejos do seu personagem, algum objetivo a curto e longo prazo, só pra saber o rumo que devo dar pra aventura.
mp
^
Silsang
 Posted: Jun 15 2018, 10:53 PM
citar


Silsang




N/A



17 posts

Ficha

Silsang is Offline

Aventureiro




 
   
 
   
   
Chapitre I.
   
As aparências enganam?
       
Quando o anão se deu conta do que acontecia o gigante já mantinha uma certa distância, seus passos eram largos e cada passada ele avançava uns bons metros por segundo. Entretanto a cidade não havia sido feita para uma pessoa do seu tamanho e as vezes era preciso desviar de um ou outro obstáculo. Ao fundo Boros ouvia os xingamentos do pequeno que parecia enfurecido. Mentalmente o gigante arquitetava um plano para fugir da vista dele, o que era um grande problema já que seu tamanho o fazia um alvo grande.

Alguns populares já começavam a interferir no caminho de Boros, e ali ele se viu obrigado a inventar uma desculpa ou estaria encrencado. Mas o gigante não era conhecido por ser muito inteligente sob pressão, e apenas continuou a correr - Saiam da frente! - O homem estava mesmo disposto a empurrar qualquer um que ficasse em sua frente, seus ombros eram fortes e aguentaria o tranco. Corria em ziguezague para desviar de quem quer que fosse, o centro não deveria estar tão longe assim e logo o anão desistiria por cansaço. "Mas que cara chato" reclamava o rapaz alto de óculos escuros, indignado pelo mal entendido.

     
   
   
 

@Hang

[Off] Tranquilo cara ;) Só peço que tenha paciência pq tô pelo celular em 90% das vezes então pode ter um ou outro erro no texto que eu não consigo ajeitar.
mp
^
1 User(s) are reading this topic (1 Guests and 0 Anonymous Users)
0 Members:

Pages: (2) 1 2 
responder
novo tópico
fazer enquete