Santuário RPG
versão 8.1

Profile
Personal Photo

No Photo

Options
Custom Title
Gaon doesn't have a custom title currently.
Personal Info
Location: No Information
Born: No Information
Website: No Information
Interests
No Information
Other Information
Atalho 2: No Information
Atalho 3: No Information
Ficha:: http://rpgonepiece.com/index.php?showtopic=2691
Atalho 1: No Information
Imagem da Facção: http://files.jcink.net/uploads/bnwrpg/cacadores.png
Cargo da Facção: Caçador de Recompensas.
Cor da Facção: 658f53
Pronome:: Ele
Idade: No Information
Alias: Varuna
Statistics
Joined: 12-October 16
Status: (Offline)
Last Seen: Yesterday at 07:17 pm
Local Time: May 21 2018, 11:40 PM
107 posts (0.2 per day)
( 0.22% of total forum posts )
Contact Information
AIM No Information
Yahoo No Information
GTalk No Information
MSN No Information
SKYPE No Information
Unread Message Message: Click here
Unread Message Email: Click Here
Signature

Gaon

Fan-Ficker

Topics
Posts
Comments
Friends
My Content
Mar 25 2018, 01:49 PM
Sentado na carranca do Sunset Rider, Varuna passou a maioria de seus dias na viajem. Com as pernas cruzadas em pose de lótus, seguindo o sol nascer se por no mar, com os olhos sempre no horizonte. Passou a maior parte de seu tempo meditando, murmurando canções que havia aprendido ou criado na prisão. Observou o mar ir do chuvoso ao sereno, mas sempre com o olho no sol, esteja ele escondido nas nuvens, brilhando no céu, ou se pondo. O sol é o símbolo na sua pele que o tirou da escravidão, e o sol agora novamente guia seu rumo, seja na navegação ou no nome de sua tripulação.

Mas em meio as suas meditações, Varuna não conseguia parar de pensar se merecia aquele sol. Como se não bastasse os anos de violênca, nem mesmo uma semana após sair da prisão, já estava envolvido com outra morte. Bora, cuja cimitarra agora estava apoiada no colo do tritão. Sua alma trovejava em tormentas morais: o quanto ele era responsável, quando o golpe letal foi desferido pelo Ladrão? Bora havia atacado primeiro, isso justificava suas ações? Seria tudo isso tolas justificativas de uma alma condenada desesperadamente tentando se convencer que merecia redenção?

Mas se sua alma trovejava, seu corpo era harmonioso. Passou a maior parte do tempo se dividndo entre cozinhar e meditar, solitariamente, evitando contato com outros membros, particularmente o Ladrão que zombara de sua filosofia. Varuna ainda não sabia o que pensar daquele individuo, mas sua opinião só se tornava mais sombria a cada dia. Sentia que as nuvens estavam escurecendo entre ele e o ladrão, e uma tempestade não estava longe.

O tritão estava Meditando na carranca do navio, calmamente, de olhos fechados ou semi-cerrados, enquanto cantava algo para acalmar seus sentimentos e pensamentos.

Varuna - Tal saikhan nutgaaraa
Kharsan zugtee davhiulaad
Khangal morinii zoon deer
Khatiruulj khalgiulj usluu duu
Ar saikhan nutgaaraa
An guruuluj usluu duu
Argamag khulegiin zoon deer
K--

Interrompeu sua canção brevemente ao notar os contornos rochosos de Sagan emergindo no horizonte, imponentes. Em poucos minutos estariam no porto. Pegou a cimitarra em uma mão e desceu da carranca, voltando ao convés. Gritou em claro e bom som, batendo no mastro com o lado cego da cimitarra para fazer barulho para chamar a atenção de toda a tripulação.

Varuna - CAPITÃO EON! Terra à Vista! Sagan se aproxima. Temos que preparar para nos atracar. Quais são nossas ordens?

Aguardaria a resposta e seguiria Eon para onde quer que fosse, mesmo que o ladrão seguisse.

Fechou os olhos e terminou sua canção, olhando para o horizonte além de Sagan com um olhar nostálgico e pensativo.


Varuna - ...Khatirch ussun nutag mine.

Murmurou tristemente.

---

OFF: canção de Varuna:


OFF2: @ShadTK@Buse@Yusuke Urameshi@Anny-chan
Last Visitors


May 15 2018, 10:33 PM




May 4 2018, 03:45 PM




Apr 13 2018, 01:16 AM



Comments
No comments posted.
Add Comment