versão 8.1

Pages: (4) « First ... 2 3 4  ( Go to first unread post )
fechado
novo tópico
fazer enquete

 #1
Waka
 Posted: Mar 19 2018, 03:37 PM
citar


Waka




Mercenário



1759 posts

Ficha

Waka is Offline

Programador




- A K I H A B A R A -


A reação de Ezx era evidentemente de espanto. Observava inúmeros fios saindo do ombro de Dir Noir, enquanto o mesmo largava seu braço no chão, fazendo um som abafado de metal e silicone. Ao largar o braço, o agente parecia mais aliviado.

[Dir Noir] — Uff... assim está melhor. Cheguei muito perto de comprometer meu sistema nervoso central.

[Ezx] — Vo… Você é um robô?

O agente riu levemente, olhando para Ezx.

[Dir Noir] — He... desculpe não ter contado mais cedo. Há mais coisas sobre este caso do que você imagina... vou contar tudo, mas antes coloque estas algemas em Tucker antes que ele acorde. — deu um par de algemas ao aspirante e depois voltou a falar. — Agora vamos descer, pode deixar que eu levo Tucker nas costas, me sinto bem.

As próximas horas passaram rápido. A marinha já estava no local, a pedidos de Dir, e levava sob custódia os três homens até a base militar de Akihabara. Funcionários terceirizados arrumavam a bagunça feita nos andares e até mesmo avaliadores do governo ja vinham observar a fábrica, já que teriam que penhorá-la visto que não havia nenhum herdeiro vivo.

Dir (que usava um curativo falso para esconder que era um robô) e Ezx sentavam-se em uma das esteiras observando o movimento, quando o agente tirou do bolso uma pequena fita.

[Dir Noir] — Bom, nós solucionamos o caso, mas ainda resta vermos as filmagens das câmeras naquela noite... como Tucker disse, a fita estava na caldeira. O que acha de irmos lá na casa de monitoramento olharmos seu conteúdo? Já aproveito e lhe explico o fato de eu ser um robô.


Off: Post sem muitas opções de ação, estamos prestes a encerrar a aventura. Mais dois ou três posts meus e acaba, vou tentar postar rápido.
mpWebsite
^
Lucilfer
 Posted: Mar 19 2018, 04:31 PM
citar


Lucilfer




Agente - Cipher Pol 3



166 posts

Ficha

Lucilfer is Offline

Agente do Governo




Pelo que dissera, quase perdeu seu sistema nervoso central naquele momento de pânico. Mas por que ele sentia dor? Dor é uma reação humana e não robótica. Pouco a pouco, as peças daquele quebra-cabeça se encaixavam, embora em duas imagens distintas: Ou ele era um ciborgue, sendo metade homem e metade máquina, ou era um robô extremamente sofisticado, possuindo um sistema cibernético de percepção com um nível elevado de detalhamento. Seja como for, agora não seria o momento ideal para explicações, afinal, muitas medidas precisavam ser tomadas diante a conclusão daquele crime. E, sem sombra de dúvidas, a primeira seria algemar aquele maníaco que quase tinha me sufocado! Peguei as algemas e prendi-o, apertando um pouco mais do que o necessário.

[...]

Tudo a seguir foi uma confusão burocrática. Dir Noir chamou a marinha para levar os culpados à justiça, e a presença desta causou certa confusão na cidade. Funcionários foram contratados para limpar e organizar toda a bagunça que se encontrava dentro fábrica, já que agora ela deveria ser penhorada pelo governo. Não haviam herdeiros ou, pelo menos, nenhum fora das grades. Aqui e ali, alguns agente já avaliavam a situação da fábrica, tomando nota de suas condições. Será que estavam felizes com o lucro que tinham em mãos? Evitei fitá-los, o dinheiro era capaz de muitas coisas, e eu não queria ter que formar uma imagem tão ruim de qualquer representante do governo. Eu parecia ter encontrado um caminho, de agente do governo, de agente da justiça. Eu só tinha que treinar um pouco mais.

Escondia seus circuitos com uma atadura falsa, que com certeza não estava manchada de sangue, o superior, bem mais calmo agora, indicou que havia encontrado a fita que o criminoso tinha falado. Por mais que a culpa tivesse sido confessada, era importante termos o maior número de provas possíveis sobre o caso e seu desfecho. Desta forma, caminhamos até a sala de vídeo para concretizar os acontecimentos daquele dia, o dia que faltava nas gravações de antes, o dia em que houve o assassinato. Porém, além disso, eu também queria entender tudo sobre o fato de ele ser um robô e como isso era possível.



Spoiler
mp
^
Waka
 Posted: Mar 22 2018, 04:57 PM
citar


Waka




Mercenário



1759 posts

Ficha

Waka is Offline

Programador




- A K I H A B A R A -


Ao chegarem na casa de monitoramento, atrás da fábrica, perceberam que o local estava vazio — os transeuntes estavam tão ocupados com suas funções que não haviam ainda chegado até os fundos do terreno. Dir Noir abriu a porta com o braço que ainda tinha e a segurou para que Ezx entrasse.

Tirando a fita do bolso, colou-a em um aparelho antigo, porém funcional. Uma imagem foi projetada em uma das telas de monitoramento. Era referente a uma câmera do segundo andar da fábrica, logo na saída do escritório do ex-dono, agora falecido.

(...)

Tucker entrava pela escadaria, deparando-se com seu irmão prestes a fechar a porta de seu escritório. Era tarde da noite e pela vestimenta, o Ex-dono parecia prestes a ir embora e fechar a fábrica.

[Dono da fábrica] — Tucker? O que está fazendo aqui a esta hora? Já falei que estou farto de discutir com você! A fábrica é minha e ponto final. Agora vá embora.

[Tucker] — não seja tolo... eu já sei que você não irá me entregar o inventário que nosso pai fez antes de morrer. Você é um ser desprezível, está agindo contra a vontade de nosso falecido pai.

[Dono da fábrica] — Cale a boca! Você sempre foi o preferido, mas eu vou mostrar que sou capaz de conduzir a fábrica melhor do que um incompetente como você.

Neste momento os dois homens se atracavam em uma luta de socos e chutes, atravessando a porta do segundo andar e rolando escadaria abaixo. O irmão de Tucker cai sobre ele e começa a enforcá-lo com força, enquanto o próprio Tucker tenta se proteger, sem sucesso.

Neste instante, algo inesperado acontece: um robô surge para ver o que estava acontecendo.

[Tucker] — M-me ajude...!

[Dono da fábrica] — Dê o fora daqui máquina inútil. Volte ao seu posto!

[Tucker] — N-não! Ele... ugh... vai me matar!

O robô parecia entrar em um estado de conflito, não sabendo o que fazer. Por fim, aproximou-se dos dois homens e desferiu um golpe certeiro na cabeça de seu chefe, matando-o instantaneamente.

[Robô] — Eu... proteger... humano... eu... eu... eu...

O robô começa a cambalear e por fim acaba arrancando o próprio braço, desligando-se em seguida. Era uma vítima de seu próprio conflito. O que aconteceu a seguir apenas confirmava todas as pistas que haviam encontrado.

(...)

[Dir Noir] — Sim... foi exatamente como eu imaginei que aconteceu. Percebi isso quando fui obrigado a arrancar meu próprio braço. Nunca feri um humano na vida, e minhas diretrizes proíbem que eu o faça. Arrancar meu braço me pareceu a única saída lógica para evitar o conflito. — tocou a atadura falsa que cobria seu ombro — No momento que arranquei meu braço, ele não fazia mais parte de mim. Não era mais eu quem havia infringido a lei, mas sim aquela peça adjacente de metais e circuitos. A diferença é que o modelo deste pobre robô era muito mais limitado que o meu...

Percebendo o olhar de Ezx, abriu um sorriso.

[Dir Noir] — Acho que lhe devo respostas, não? Bem, eu sou um robô, como você mesmo já percebeu. Sou o modelo mais moderno que existe no mercado, capaz até mesmo de imitar com perfeição as características e comportamentos humanos. É claro, ainda sou comandado pelas três leis, de forma que sou proibido de sequer ferir um ser humano. Acontece que decisões complexas não se tratam apenas de agir ou não agir. Eu estava em um cenário paradoxal, em que acabaria por ferir qualquer uma das leis de qualquer modo. Isso é demais para uma mente robótica.

Sentou-se sobre a mesa de monitoramento.

[Dir Noir] — tecnicamente meu modelo ainda é exclusivo do governo, fui criado diretamente por Vegapunk e designado como um agente falso para testar minhas capacidades cognitivas e raciocinais. A ideia é criar agentes do governo capazes de muito mais do que os humanos, embora ainda sejamos limitados pelas três leis. O que aconteceu aqui hoje com certeza será de grande auxilio para o aprimoramento de meu cérebro artificial. E por isso eu agradeço sua ajuda, Ezx.

Como o garoto agiria a respeito daquela montanha de informações?




Off:
mpWebsite
^
Lucilfer
 Posted: Mar 22 2018, 06:39 PM
citar


Lucilfer




Agente - Cipher Pol 3



166 posts

Ficha

Lucilfer is Offline

Agente do Governo




A fita foi incrivelmente reveladora, aliás, mais até do que gostaria. Nela mostrava o culpado digladiando-se com a vítima, pelo motivo já conhecido, caindo pela escada num combate mais confuso do que decisivo. A cena final foi nostálgica, com o dono da fábrica por cima de Tucker, e sua mão sufocando o sujeito. Um robô que estava de passagem confrontou a cena com um olhar robótico e, completamente submisso as três leis, teve que agir de alguma forma. O problema era que se ele não impedisse a agressão, estaria infringindo umas da leis que era a obrigatoriedade de agir quando um humano precisa de ajuda. Porém, fazendo isto, estaria infringindo outra lei, que era não causar danos a um humano. Como ele agiria agora? O quão complexo seria para ele, e seu sistema, tomar este tipo decisão? Não cabia a ele fazer julgamentos de quem estava certo ou errado ou melhor, não havia sido programado para isso, restando-lhe apenas obedecer as leis de maneira invariável. Mas qual delas? Qual delas seguir? Não foi difícil supor que ele entraria em pane. Mas não antes de atingir em cheio o homem por cima, e fatalmente levá-lo a óbito.

Como se assassinato já não fosse o suficiente, o crime, então, tomou proporções bem maiores. As leis robóticas tinham uma falha. Em caso de conflitos entre elas, o robô simplesmente não sabe como reagir. Ele fica sem base para cálculos e, portanto, age de maneira aleatória. Por exemplo, Tucker era o culpado e saiu ileso. Na verdade, agora, tudo pareceu fazer mais sentido ao relembrar o sofrimento terrível de Dir Noir em tomar uma decisão relativamente simples. Ou melhor, simples para mim, pois para ele seria quebrar um paradigma imposto a ele desde a sua criação. Por isso ele arrancou o braço. Afinal, ao fazê-lo, ele garantia que duas novas máquinas fossem criadas, uma que era ele e livre, e outra que era o braço culpado pela agressão. Uma decisão inteligente, que só podia ser tomada por um robô mais sofisticado. Ele conseguiu analisar a situação de maneira subjetiva, simulando um tipo de consciência, e definindo quem realmente merecia ajuda. E fez isso de maneira sútil, sem matar ninguém. Agiu melhor que qualquer humano.

Ele era um robô. Ainda era difícil de acreditar. Por mais que tenha dito que era um modelo exclusivo, que ainda estava em fase de teste, era fácil imaginar que outros viriam rápido. Se já não estivessem sendo utilizados neste momento, em outra missões. O quão difícil seria para construir um sistema elaborado quanto o dele? Percebi o quão ínfimo era meu conhecimento na área de engenharia. Seja como for, robô ou não, eu ainda era grato a ele, tanto pela sua ajuda, quanto pelos seus ensinamentos durante aquela missão. Eu tinha aprendido muito.

— O crime foi mais complexo do que imaginava. Na realidade, toda a situação é mais complexa do que eu imaginava. Você é um robô! Desculpe meu espanto, mas é muita novidade para um momento só. De qualquer forma, Dir Noir, agradeço pela sua ajuda e por tudo que me ensinou nesta missão. Muito obrigado. — Disse, enquanto erguia a mão para um saudação formal, seja entre humanos ou robôs.



Spoiler
mp
^
Waka
 Posted: Mar 25 2018, 10:19 PM
citar


Waka




Mercenário



1759 posts

Ficha

Waka is Offline

Programador




- A K I H A B A R A -


Já era manhã do outro dia, mas tudo que acontecera na noite anterior ainda carimbava a mente de Ezx, agora nos dormitórios da escola de agentes. Repassava tudo que havia ocorrido, lembrando-se por fim que havia sido escoltado até o local por marinheiros, horas depois de apertar a mão de Dir Noir e se separarem.

Deitado sobre sua cama no alojamento, possuía alguns curativos nos cotovelos e joelhos, mas nem de longe algo sério. Já havia passado por uma inspeção médica, e agora tentava dormir. Antes que pudesse fazê-lo, entretanto, ouvia uma batida na porta, que logo se abria. Era o velhote que anteriormente havia designado o aspirante até o encontro de Dir Noir.

[Velho] — Levante-se. Vamos até meu escritório.

Caminharam pelos corredores da escola até chegarem em um aposento pequeno, cheio de arquivos e livretos de documentos. Ali, o velho sentou-se e apontou para outra cadeira, indicando que Ezx também sentasse.

[Velho] — Ahem... muito bem, senhor... — fez uma pausa para ler um papel à sua frente. — ...Ezx. Chamei aqui simplesmente para lhe indicar que você está aprovado nesta escola, e portanto apto a se tornar um agente do governo. Não leve este anuncio levianamente, pois garanto que apenas foi aceito por indicação direta do agente Dir Noir, que parece ter apreciado muito seu auxílio, frisando que você já tem plenas condições de agir como um profissional.

O velho carimbou um documento - uma espécie de cartão de identificação com o símbolo do governo mundial - e o estendeu até o jovem.

[Velho] — É muito curioso, pois parece que o agente Dir Noir vai se afastar por um tempo indeterminado... não consigo imaginar que tipo de coisa ocorreu para que isso acontecesse, considerando que esta era a primeira missão dele. Bem, eu acho que apenas tenho que aceitar que algumas pessoas tem costas quentes dentro do governo mundial... — ajeitou os óculos e encarou Ezx por um tempo — Agora xô, xô. Tenho mais coisas a fazer do que ficar olhando para sua cara. Arrume suas coisas e dirija-se até a saída leste da escola. Um chofer estará esperando-o para levá-lo até suas novas instalações, neste caso as da Cipher Pol 3, da qual você fará parte.

E assim Ezx saiu da sala, batendo a porta atrás de si. O que o futuro lhe guardava daqui pra frente? Bem, só tinha uma certeza: suas próprias pernas o levariam lá.





Off: Final de aventura =)

Se desejar, pode fazer mais um post encerrando, mas não é obrigatório. Peço que me avalie utilizando os parâmetros contidos neste tópico aqui, e pode ser sincero nas avaliações, o objetivo é este.

Você ganhou o seguinte nesta aventura:

XP:
Evolução da aventura - Concluída - 40xp
Nível da Aventura - Blue - 00xp
Nível da Escrita - Excelente - 20xp
Nível de Interpretação - Excelente - 30xp
Nível de Interatividade - Bom - 15xp
Intervalo de postagem - Assíduo - 10xp
Integrantes da Missão - Solo - 00xp

Total: 115xp

4 gemas

Ingresso à facção: Cipher Pol number 3

Caso eu tenha esquecido qualquer coisa, me mande por PM que eu avalio.


This post has been edited by Waka: Mar 26 2018, 03:08 PM
mpWebsite
^
Lucilfer
 Posted: Mar 26 2018, 07:32 AM
citar


Lucilfer




Agente - Cipher Pol 3



166 posts

Ficha

Lucilfer is Offline

Agente do Governo




Vou deixar o próximo post para o começo da outra missão.


Posta dentro do Prazo (48h por post)? 0 – 25
25

Enredo e desenvolvimento? 0-25
25

Julgamento de ações: 0 - 25
25

Escrita: 0 – 25
25



Agora é com os avaliador. É nós.
mp
^
Rawnor
 Posted: Mar 28 2018, 10:59 AM
citar


Rawnor




Tenente-Comandante



1138 posts

Ficha

Rawnor is Offline

Administrador




@Lucilfer Mantenho a premiação dada pelo narrador, gostei do caráter investigativo que seu personagem veio a assumir na aventura e de como resolveu situações de combate sem realmente lutar, não dando uma de invencível como muitos jogadores tendem a fazer.

Recompensa: 115 xp + 4 gemas

@Waka Ótima aventura com um clima noir de detetive. Adorei as referências ao Eu, Robo, notei 3 contos misturados na aventura e não se se foi proposital mas tem um Eastes Egg. Os robores da fábrica deviam ter um erro na primeira lei, já que eles deixavam que os humanos trabalhassem na fábrica mesmo ela tendo uma substância nociva. Também achei legal o jeito de resolver o paradoxo, mas ainda acredito que foi o erro na primeira lei que permitiu essa solução xD.

Mantenho a recompensa estabelecida pelo player.

Recompensa: 15 xp + 2 gemas

This post has been edited by Rawnor: Mar 28 2018, 10:59 AM

--------------------
mp
^
1 User(s) are reading this topic (1 Guests and 0 Anonymous Users)
0 Members:

Pages: (4) « First ... 2 3 4 
fechado
novo tópico
fazer enquete