versão 8.1

Pages: (3) 1 2 3  ( Go to first unread post )
fechado
novo tópico
fazer enquete

 Muito trabalho e pouca diversão..., Tornam Erik um menino muito aborrecido.
Akuma
 Posted: Feb 6 2018, 05:28 PM
citar


Akuma




N/A



28 posts

Ficha

Akuma is Offline

Aventureiro




O que hoje está no papel

Um dia foi a vida de alguém

[Durante 2 meses de viagens...]

Em 2 meses desde que Stor e Erik sairam de sua pequena ilha natal pertencente ao arquipélago do Reino de Iluria, no West Blue em busca de aventuras e o que mais que o destino pudesse ter separado para cruzar seu caminho.

Mas 2 meses de viagem não foi algo lá muito divertido na visão deles. Stor havia sido criado em meio a muito trabalho e responsabilidades para com o clã dada a sua posição, mas Erik, estava acostumado a uma vida mais solta pelos bosques e campos de Iluria, caçando animais e treinando arco e flecha com seus amigos.

Desde que saíram de sua ilha, Stor havia combinado que ensinaria muitas coisas pra Erik, a começar pela navegação. Pra deixar tudo mais sério e lidar com tudo através do exemplo, a navegação iria começar através de caronas, sendo pagas com o serviço bruto. Assim se passaram dois meses indo para qualquer lugar entrando em navios por ai, aportando apenas para trocar de embarcação oferecendo seus serviços, aprendendo e ensinando sobre navegação e trabalhando duro por estadia e comida. Mas muito duro mesmo!

Mas nem só de pão vive o homem. Como dizia um ditado antigo de seu povo, "Muito trabalho e pouca diversão tornam Erik um menino aborrecido."

Portanto, Stor continuou sua saga de porto em porto e pegou o primeio navio que fosse para Toroa Island para começar a ensinar seu pupilo não mais sobre navegação, mas um pouco de artes, em especial a oratória e a poesia, suas especialidades.

[Hoje]

- É garoto! O que tem achado desses tempos? Não é tão fácil como você achou que seria né!? Hahahaha. A vida não é nada fácil meu jovem, mas fique tranquilo, pois o caminho do heróis e pavimentado com dores e com flores. Está na hora colocar um pouco de flor nesse caminho não acha!? Estamos indo para Toroa Island! Vamos nos divertir por lá!

Stor parecia muito mais empolgado com o pequeno recesso do trabalho do que seu pupilo. Mas seu jeito cativante tranquilizava e cativava seu pequeno filho adotivo. Enquanto conversavam, Stor não parava com o trabalho de marinhagem, ouvindo os comandos do capitão daquele pequeno barco de mercadores que buscavam aportar no porto de Toroa em pouco tempo.

A ilha já estava a vista e seus pensamentos quase que escapavam de sua cabeça e era facilmente lidos pelos outros. Stor deixava sempre transparecer a esperança de fazer novos companheiros e companheiras, conhecer pessoas atraentes e enfim, dar um próximo passo em busca da construção de sua família

Quem sabe aqui em Toroa Island eu possa além de me divertir, conhecer pessoas leais que estejam em busca de dar um pouco de doçura ao amargo sabor do labor que é viver.

For my Family

Poetry is the Soul Expression

&

--------------------
user posted image
Brave Tatanka~*

Ficha Zika
Narração
Fala
Pensamento
mpWebsite
^
Nuneseck
 Posted: Feb 9 2018, 04:52 PM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador







MUITO TRABALHO E POUCA DIVERSÃO - 01

O barco conseguia aportar sem problemas, Stor e Erik iam ajudar a desembarcar as coisas quando o capitão vai até eles - Não precisam se preocupar com isso, bem vindos a Toroa - Ele lhes indicava uma rua - Sigam aquela rua e chegarão na praça central da cidade. - O capitão voltava ao trabalho.

Durante a caminhada até a praça central Stor e Erik iam conversando e olhando as pessoas muito diferentes das que eles já haviam visto, cabelos com as cores mais variadas, roupas feitas com pedras e penas, com certeza pessoas... diferentes. Podia-se ver lojas de instrumentos, fantasias, tintas e apenas uma simples pousada. Erik não parecia muito crédulo em relação a diversão da ilha.

Quando chegaram na praça viram um grande palco com uma pequena lista. Em volta da praça um homem tocando um instrumento um pouco estranho que fazia um som estrondoso, um pouco mais ao lado outro homem maquiado dançando uma dança bem atípica. Erik parecia mais interessado em ver aquele homem estranho do que o homem com o instrumento estranho, mas tudo dependia de Stor.



QUOTE
OFF: Se puder, me envie uma PM falando um pouco sobre suas expectativas e planos pro seu personagem. Tanto em termos de coisas que gostaria de fazer, como possíveis desenvolvimentos de seu personagem em várias áreas. Isso me ajuda a te colocar na direção que lhe agrade e aumentar ao máximo nossa diversão no jogo. obs: Não consigo te marcar, então peço que dê "track this topic".

--------------------
Spoiler
mp
^
Akuma
 Posted: Feb 12 2018, 09:17 PM
citar


Akuma




N/A



28 posts

Ficha

Akuma is Offline

Aventureiro




O que hoje está no papel

Um dia foi a vida de alguém

QUOTE
     

- Não precisam se preocupar com isso, bem vindos a Toroa. Sigam aquela rua e chegarão na praça central da cidade.

Stor tentou argumentar com o capitão para que ele o deixasse dar a ultima ajudinha, mas o capitão estava irredutível em não aceitar mais nada dele. Seus esforços foram muitos durante a viagem.

Então vamos minha criança. Vamos procurar um lugar pra sentar e tomar uma boa cerveja. De repente tem mulheres bonitas pra gente conhecer hein! hohoho - Stor como sempre, primeiro pensava nas mulheres e depois no resto. http://i.imgur.com/Ozgus6F.gif

Toroa era um ilha diferente de todas que já haviam passado antes. A diversidade tomava conta daquele lugar, o que deixava Stor a vontade até, mas Erik parecia não sentir o mesmo clima de alegria que a ilha passava para seu mestre Mas Stor estava bem disposto a mostrar que uma viagem com ele nunca seria chata!.

Caminharam em direção a praça que o capitão havia falado no porto. Stor imaginava que as boas coisas estariam por lá, dada a concentração de pessoas. Quando chegaram no local um mundaréu de gente estranha aparecia e todas era interessantes para Stor, mas Erik estava olhando fixamente e com um olhar curioso para uma espécie de pierrot que dançava perto do palco central.

Eai, aquele cara dança muito bem hein! Vamos ver de perto? Se você conseguir copiar ele eu te pago um sorvete na hora! - A promessa de sorvete deixou Erik animado! Stor não sabia se ele gostava assim de dança, mas não deixaria ele passar vontade de nada na vida, assim como ele faria igual!

Uma infinidade de possibilidades... O que será que os deuses estarão escrevendo pra mim no fluxo do tempo?

For my Family

Poetry is the Soul Expression

&
mpWebsite
^
Nuneseck
 Posted: Feb 12 2018, 10:41 PM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador







MUITO TRABALHO E POUCA DIVERSÃO - 02

Erik se anima com a "aposta" que Stor havia feito. - Prepare a carteira! - Quando eles se aproximam o homem os nota e começa a dançar mais vigorosamente. Erik observa atento e quando iria começar a imitar, o homem vêm girando muito rapidamente em sua direção - Sai da frente! - E "PUFF!" Stor consegue ver o homem e Erik caídos no chão.

Com apenas uma mão, Stor levanta Erik - Desculpa garoto. Ele veio tão rápido que não consegui pará-lo. - O homem vê a cena e da um pulo - Desculpem! Acabei ficando tonto e me descontrolei. Tenho uma audição muito boa e escutei sua pequena aposta, tentei fazer movimentos mais fáceis para você copiar e... bom, vocês viram o que aconteceu. - O homem parecia estranhamente feliz - Fiquei feliz de se interessarem pela minha dança, se quiser posso pagar seu sorvete. - Ele agora olhava para Stor, de cima a baixo- Ou até mesmo uma bebida. - Stor nem percebe um tapa vindo em direção ao seu traseiro. - Sei um bom lugar para termos os dois. - Ele começava a andar sem olhar se Stor ou Erik o seguiam, o pequeno parecia querer fazer isso mas esperava a decisão de seu mentor.



QUOTE
Ainda não consigo te marcar.


This post has been edited by Nuneseck: Feb 12 2018, 10:42 PM
mp
^
Akuma
 Posted: Feb 14 2018, 02:49 PM
citar


Akuma




N/A



28 posts

Ficha

Akuma is Offline

Aventureiro




O que hoje está no papel

Um dia foi a vida de alguém

Aparentemente o dançarino era melhor em ouvir conversas alheias do que dançar de fato, mas para Stor, não existem coincidências, e tudo o que o destino trouxer pode ser aproveitado e aprendizado.

Após derrubar Erik, dançarino se desculpou e logo se prontificou a pagar o sorvete de Erik e ainda uma bebida para Stor. O grandalhão não iria perder essa oportunidade. Até achou engraçado que o costuma de seu povo de bater na bunda de alguém quando tinha uma amizade mais profunda era copiado ali.

- Sorvete e Bebida de graça! Opa! Adorei a ideia! hahaha. Vamos, vamos meu caro amigo, e não me deixe de falar mais sobre essa sua arte. Vamos Erik! Viu só? Ele até bateu na minha bunda, já somos grandes amigos! Kyahahaha!

Esse povo de Toroa é a uma comédia... Só não entendi ainda pra que toda essa maquiagem, mas tudo bem. Ele parece ser legal, apesar de muito feio.

For my Family

Poetry is the Soul Expression

&


off: @Nuneseck tente marcar "Akuma"
mpWebsite
^
Nuneseck
 Posted: Feb 16 2018, 12:24 AM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador







MUITO TRABALHO E POUCA DIVERSÃO - 03

O homem ia seguindo em frente cantarolando e entrando em becos um após o outro, Stor não conseguia memorizar tudo e acabava se perdendo, Erik por outro lado, ia olhando e parecia memorizar tudo em sua cabeça. Do nada eles chegam em uma grande porta de madeira sem nenhum som vindo de dentro e nada em volta mostrando um nome ou alma viva.

O homem olha para eles, sinaliza com o dedo indicar no nariz que deveriam ficar quietos e abre a porta com uma mão. Quando a porta é aberta pode-se ver um lugar meio escuro, cheio de velas e algumas pessoas aplaudindo olhando para um palco. Quando todos começam a se movimentar olhando para o bar e porta, veêm os três parados ali esperando.

Eles encaram por um tempo até abrirem um sorriso e virem para cima gritando - DiDi!!! - Várias pessoas correm e começam a abraçar o dançarino que retribui rapidamente e faz sinal para todos se acalmarem - Pessoal, hoje trouxe dois rapazes que estavam interessados na minha dança. Quero que os tratem bem. - Didi olhava e sorria para eles- Podem pedir o que quiserem no bar que fica por minha conta hoje. - Ele começava a se afastar - Mas não abusem hein! - E passava por uma cortina ficando fora de vista. Algumas pessoas ainda encaravam, Principalmente Stor, enquanto Erik tentava se esconder um pouco atrás dele.



@Akuma

QUOTE
Não consegui achar nenhuma img boa pro Didi, sorry ;(


This post has been edited by Nuneseck: Feb 16 2018, 12:25 AM
mp
^
Akuma
 Posted: Feb 19 2018, 12:06 AM
citar


Akuma




N/A



28 posts

Ficha

Akuma is Offline

Aventureiro




O que hoje está no papel

Um dia foi a vida de alguém

As ruas e vielas da cidade pareciam um labirinto. Para Stor era difícil acompanhar, mas se quisesse voltar, na sua mente qualquer rua serviria, pois para quem está perdido, qualquer direção é um caminho. Entre becos os aventureiros com a guia do dançarino chegaram a um local inóspito e silencioso, mas ao entrar, a vida se fazia presente.

O local por dentro fazia o tipo aconchegante e ligeiramente secreto, com um clube fechado de artistas. As pessoas estavam concentradas na apresentação que aparentemente acabava de finalizar, mas logo notaram o dançarino, apresentado como DiDi e seus 2 acompanhantes. DiDi parecia uma figura muito bem reconhecida no lugar. Isso deixa Stor ainda mais a vontade, mas Erik parecia não se sentir muito bem naquele lugar. Para um adolescente, por vezes os adultos poderiam ser assustadores.

- Hey Erik! Viu só? Eu sabia que chegaríamos a um bar! Kyahaha! Eai, quer tomar ver se nesse bar tem sorvete ou vai de algo mais adulto dessa vez? Pode deixar DiDi, eu nunca abusaria da sua hospitalidade. A propósito, me chamo Stor Ankeresson, e esse é meu filho adotivo, Erik Trandusson. Somos viajantes em busca de sonhos. Está sendo um prazer conhecê-lo

Após DiDi se afastar indo para trás do palco, Stor passou seu grosso braço no ombro do garoto e foi até o balcão fazer seu pedido. Tomou cuidado para não esbarrar nas pessoas devido seu tamanho e sua âncora nas costas. Notava que muitas pessoas olhavam para ele com um ar de curiosidade. Stor não se fazia de rogado e olhava para cada uma dessas pessoas procurando por empatia ou então hostilidade, mas sempre com um sorriso desconcertante para cada um deles.

- Hey garçom, por favor, sinto que essa noite pede algo mais refinado. Por favor, traga uma garrafa de vinho tinto, duas taças e se tiver, sorvete para o garoto! Senão, deixa ele escolher!

Procurando um lugar para sentar e ver o que há pra viver, Stor tentava identificar uma mesa com alguém que lhe chamasse atenção ou então uma mesa vazia para ele e seu pupilo.

Procurando um lugar para sentar e ver o que há pra viver, Stor procurou uma mesa com alguém que lhe chamasse atenção ou então uma mesa vazia para ele e seu pupilo.

Vejamos... Será que nesse local encontro uma bela garota para dividir um pouco de vinho e conversar sobre essa cidade?

For my Family

Poetry is the Soul Expression

&


off: @Nuneseck De boa!! Na minha cabeça ele parece o Ney Matogrosso
mpWebsite
^
Nuneseck
 Posted: Feb 20 2018, 08:41 PM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador







MUITO TRABALHO E POUCA DIVERSÃO - 04

Logo que Stor se dirigiu ao balcão as pessoas começaram a se dispersar e sentar-se , algumas conversavam intimamente enquanto outras liam livros ou escreviam. Nenhuma das pessoas parecia realmente interessante, apesar das diferenças das pessoas em Toroa. Procurando alguma mesa para sentar-se Stor pode ver que todos naquele recinto estão muito concentrados em suas coisas, atrapalhar não seria algo muito legal

- Ei, senhor. - Eles escutam uma voz um pouco fina e procuram de onde ela vem. Um pequeno homem está parado em cima do balcão ao lado de uma garrafa de vinho - Sua garrafa de vinho está aqui e... - O pequeno some bem a frente de seus olhos e aparece novamente - Suas taças estão aqui também. Ele apontava para as taças. - Agora em relação ao sorvete... - Ele dava um breve suspiro - Aquela garota monopolizou todos. - O pequeno apontava para uma mesa bem ao fundo, quase impossível de se ver.

Na mesa havia um monte de sorvetes empilhados ao lado de várias papéis, e atrás de tudo, uma linda garota loira que estava com um sorvete na boca enquanto escrevia ferozmente em um dos papéis. O garçom da uma leva batida com um pé o balcão - Então vão querer mais algo? - Erik nem mesmo olha para o garçom, parece totalmente hipnotizado olhando para a moça.



@Akuma
mp
^
Akuma
 Posted: Feb 21 2018, 11:10 AM
citar


Akuma




N/A



28 posts

Ficha

Akuma is Offline

Aventureiro




O que hoje está no papel

Um dia foi a vida de alguém

Stor havia observado que aquele local parecia uma espécia de recanto de bardos poetas e escritores. Muita gente lendo e escrevendo coisas. Ele até tentara dar uma espiada, mas as letras miudas e corridas eram difíceis de se ler na distância em que estava. Enquanto se distraia com isso, uma voz o chamou:

QUOTE

-Ei, senhor. Sua garrafa de vinho está aqui e... Suas taças estão aqui também. Agora em relação ao sorvete... - Ele dava um breve suspiro - Aquela garota monopolizou todos.

Uow, era disso que eu tava falando... <3

Stor havia encontrado o que procurava, aliás, o que smepre procurava. Gente bonita e interessante, em especial mulheres. Além da beleza, ele ficou fascinado pela velocidade em que escrevia. Será que era uma poetisa ou uma escritora? Teria que ir lá pra descobrir.

- Obrigado garçom! Quero só mais uma coisa, sabe me dizer quem é aquela garota?? Sabe qual a idade dela mais ou menos? Ela vem sempre aqui? - Disse pegando a garrafa e as taças e chegando pertinho do funcionário do bar.

Quando Stor se virou para Erik para lhe apontar onde estava seu sorvete, viu que não tinha sido só ele quem havia ficado fascinado. Aiai... Como é difícil essas coisas... Fazer o que né.

- Eai garoto, curtiu a dona ali né. Vai querer pedir o sorvete pra ela?! Vamos fazer uma pequena disputa? De quem ela gostar mais ganha um pedido irrecusável do outro. Vamos? Vai! Sabe que adoro uma aposta! Kyayahhaha!!

Os dois vão então em direção da loira e Stor toma a iniciativa. Se aproximando ao seu lado ele graciosamente diz:

- Uow! Que processo criativo! O vinho é uma bebida ótima pra aguçar a imaginação, aceita dividir uma taça enquanto eu escrevemos? A propósito, me chamo Stor Ankeresson, e este grande homem ao meu lado é meu companheiro de aventuras, um nobre campeão de sua região. Se apresente-se meu grande amigo. - Enquanto dizia, não deixava de fitá-la nos olhos e estendia com sua mão forte uma das delicadas taças de vinho.

Stor sabia que Erik ficaria envergonhado de dar o primeiro passo, pra mas manter a situação mais equilibrada, tentou deixar seu pupilo em pé de igualdade.

For my Family

Poetry is the Soul Expression

&


@Nuneseck
mpWebsite
^
Nuneseck
 Posted: Feb 25 2018, 12:20 AM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador







MUITO TRABALHO E POUCA DIVERSÃO - 05

O pequeno garçom apenas olha e da um pequena risada - Aquela? Você não a conhece? - O garçom parecia estar segurando o riso - Ela é filha do dono desse lugar. Não sei a idade dela mas sei que ela está na escola. - O pequeno homem recobre seu rosto normal - Agora tenho que ir atender outras mesas... Se quer um conselho, não se aproxime muito daquela garota. - Quando acaba sua frase some novamente, desta vez sem voltar.

Stor percebe que Erik estava encarando o lado que a moça estava e comenta com ele sobre a garota - Quê? Que dona? Ah, a moça que está com os sorvetes, eles parecem tão deliciosos que não consegui tirar os olhos. Mas eu sempre aceito uma aposta com você Stor! - O garoto não parecia muito convicto do que estava fazendo, mas como sempre acompanha seu mestre.

Logo ao se aproximarem da moça Stor se apresenta com charme, a moça nem havia percebido a aproximação deles até ouvir a voz do grande homem. - Humm, oi - Ela não parecia muito feliz - Eu infelizmente não bebo bebidas alcoólicas, não deixo nenhum liquido chegar perto do meu material na verdade. - Ela falava enquanto olhava para a taça como se ela fosse quebrar - É bom saber que tem rostos novos nesse lugar, prazer. - Ela abaixava de leve a cabeça.

Erik não sabia no que se concentrar, sorvetes ou aposta? Ele acaba deixando seu lado infantil falar mais alto - Prazer senhorita. Eu queria um sorvete e infelizmente você pegou todos, poderia me dar um? - Ele falava mas nem mesmo a olhava direito, parecia se concentrar mais na quantidade de sorvetes que havia na mesa.

A moça abre um sorriso bem grande, desfazendo toda aquela cara de tédio que estava antes - Claro! Acabei pegando demais mesmo hahaha, eu e minhas manias estranhas. Pode pegar quantos você quiser, e se precisar de um mesa para sentar e pensar, pode fazer isso aqui ao meu lado. - A garota estava totalmente diferente de quando havia falado com Stor, sorrindo e transbordando fofura.

Erik rapidamente pega um sorvete e o abre - Agradeço. O garoto agora olhava para Stor esperando sua próxima reação, parecia que havia se esquecido do que haviam apostado à pouco.



@Akuma
QUOTE
Desculpe a demora! Se tiver qualquer dúvida/critica/sugestão eu estou bem aberto, só enviar PMs.
mp
^
Akuma
 Posted: Feb 25 2018, 01:09 AM
citar


Akuma




N/A



28 posts

Ficha

Akuma is Offline

Aventureiro




O que hoje está no papel

Um dia foi a vida de alguém

-Filha do dono? Isso só torna as coisas melhores hahaha! Pode ficar tranquilo, não queremos confusão. Stor parece que havia se encantado ainda mais. Gostava de conhecer gente de todos os tipos, e com certeza ela deveria ser alguém interessante, seja pra ele ou para Erik.

Quando se apresentou para a moça Stor esperava uma reação mais aprazível dela, mas se enganou redondamente. A menina pra começar não bebia e pra melhorar, havia gostado mesmo era de Erik! Quando viu que a menina estava mais voltada para conversar com o seu pupilo, Stor percebeu que a disputa já havia acabado e mudou seu foco.

Bom, a disputa agora já está ganha haha! Deixe o garoto se desenvolver. Perdi mais uma pra esse safado. Ele tem mesmo bons olhos.

- Que bom que vocês gostam tanto de sorvete! Então eu bebo todo o vinho! Kyahahaha! Senhorita, me desculpe atrapalhar seu momento, mas este bar me parece um lugar muito bem frequentado. Vejo muita gente escrevendo, e é uma arte que adoro apreciar. Me tire uma dúvida, o que está acontecendo aqui? Vocês estão organizando algum tipo de sarau? Stor perguntava para a menina, mas já procurava um lugar vago para se sentar longe deles, pois não queria interferir em nada por ali.

Mudando totalmente seu foco, agora que havia aquetado seu facho, Stor se preocupava mais em saber mais sobre o lugar, os frequentadores do lugar e o que estava acontecendo no lugar. Nem só de bebidas vive um homem, Stor queria um pouco de ação.

For my Family

Poetry is the Soul Expression

&


@Nuneseck
mpWebsite
^
Nuneseck
 Posted: Feb 25 2018, 02:31 AM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador







MUITO TRABALHO E POUCA DIVERSÃO - 06

A moça sorri para Stor - Não se preocupe, você não me atrapalhou em nada. - Ela abre um sorvete - Sarau? Acho que poderia chamar esse lugar assim, mas meu pai chama de " Cantinho dos excluídos". É eu sei, o nome parece meio ofensivo, contudo meu pai não é um poço de normalidade. - Ela revira um pouco os olhos e encara Erik de leve.

Stor nem vê ela comendo o sorvete, apenas à vê abrindo outro - Buom, parexe - Ela tira o sorvete da boca - Desculpe. Parece que você também precisa de um lugar para sentar-se, pode sentar nessa mesa também... apenas, por favor deixe esse vinho longe dos meus papéis. - Erik parecia ter aceitado bem a situação e já estava sentado ao lado da moça abrindo outro sorvete.

O pequeno homenzinho subitamente aparece na mesa - Então você gostaria de mais alguma coisa Senhorita Rivic? - A cara de espanto que ele fez ao ver que Erik estava ao lado da moça foi cômica. - Você gostaria que eu chamasse a segurança? - Ele dá mais uma olhada na situação - Apenas brincando, é claro. - A moça leva uns 10 segundos para responder - As vezes suas piadas não tem graça Uorp, ou será que é um humor tontatta? - A garota parecia que estava realmente pensando nisso - Será que os cavalheiros querem algo? - Ele perguntava olhando para Erik e depois para Stor.

Erik se espanta, não era normal falarem com ele tão diretamente - Eu estou satisfeito apenas com esses sorvetes obrigado! - No final da frase de Erik as luzes desligam e as cortinas do palco abrem. Pode-se ver Didi já em postura de dança, com a mesma maquiagem de antes porém refeita. As luzes se concentram no palco e ele começa uma dança parecida com à que estava dançando na praça central. Desta vez a dança parecia perfeita, sem nenhuma chance de cair ou tropeçar aquilo era lindo de se ver.



@Akuma
QUOTE
Double pela minha demora anterior xD


This post has been edited by Nuneseck: Mar 1 2018, 12:11 AM
mp
^
Akuma
 Posted: Feb 26 2018, 05:46 PM
citar


Akuma




N/A



28 posts

Ficha

Akuma is Offline

Aventureiro




O que hoje está no papel

Um dia foi a vida de alguém

- Cantinho dos Excluídos hãm... Peculiar. Fiquei curioso para saber mais sobre isso. Quem são os "Excluídos"? Nós também podemos participar de alguma maneira? Aliás... O que você tanto escreve?- Até onde ele pensava aquele lugar era para pessoas e artes não muito bem apreciadas naquela ilha. Stor iria querer saber o que poderiam ser tais.

Tendo vista que a menina e Erik não pareciam muito afim de flertar, Stor sentou-se ao lado de Erik, mas não entre eles. Bebeu da sua taça até o último gole e tratou de deixar as taças longe dos papéis da garota. O resto ele trataria de tomar direto no gargalo que era mais seguro e fazia mais o estilo do grandalhão.

Bom, a disputa agora já está ganha haha! Deixe o garoto se desenvolver. Perdi mais uma pra esse safado. Ele tem mesmo bons olhos.

O anão que os atendera de súbito apareceu oferecendo seus serviços para Stor. Finalmente havia se tocado de que aquele pequeno ser era um Tontatta, uma raça de guerreiros incríveis que ele sabia que existiam, mas nunca haviam dado as caras em sua ilha natal. Isso deixava ele curioso.

- Se nós queremos?! Que tal se você nos mostrasse sua arte marcial Tontatta!? Eu tenho muita curiosidade sobre vocês. Em minha terra vocês são um mito! Dizem que além de guerreiros ferozes são ótimos ferreiros! É verdade? - O entusiasmo do aventureiro foi cortado pelas luzes que se desligavam.

No descortinar do palco, DiDi aparecia muito bem maquiado e belo, dançando em passos delicados e suaves. Muito bonito de se ver. "Seria isso o que chamam de Balé?"

Stor queria bater palmas, mas sentiu que não deveria fazer nada até que tudo terminasse. Prestava seus elogios em pensamento. Bravo! Bravo!

For my Family

Poetry is the Soul Expression

&


@Nuneseck
mpWebsite
^
Nuneseck
 Posted: Mar 1 2018, 12:53 AM
citar


Nuneseck




Pirata



579 posts

Ficha

Nuneseck is Offline

Avaliador







MUITO TRABALHO E POUCA DIVERSÃO - 07

A garota se surpreende com as perguntas de Stor - Bom... Os "excluídos" seriam quem se expressa com uma arte diferente do normal, até mesmo essa ilha acha algumas coisas estranhas. - A garota abre outro sorvete - Eu tenho uma pequena compulsão em escrever o que vejo, é estranho, eu sei. - Mesmo não tendo terminado seu sorvete ela abre outro e o entrega para Erik - Você parece muito quieto hein. - Dizia sorrindo e mirando o garoto. - Para participarem é só falar com meu pai, ele irá avaliar sua arte e talvez possam apresentar-se no palco.

Quando Stor se junta a eles a garota começa a guardar a maioria dos papéis enquanto brinca com os sorvetes e Erik, os dois pareciam felizes como crianças com brinquedos novos.

Com aparição do tontatta Stor fica muito ansioso e curioso para fazer algumas perguntas. Quando o pequeno homem abre a boca as luzes se apagam. Algumas pessoas já começam a se virar e olhar para o palco. Didi então saía e começava sua dança, todos o olhavam com brilho nos olhos, até Stor estava apreciando muito todo o espetáculo.

As luzes então desligam, Stor e mais algumas pessoas começam a aplaudir loucamente. O clima belo passa quando Didi pergunta do palco - O que aconteceu? - Todos olham surpresos para ele, achavam que o espetáculo havia acabado.

Então é nesse clima confuso que o bailarino é puxado para dentro das cortinas , todos se entreolham sabendo que algo estava errado. É nisso que um holofote ilumina uma área especifica do palco onde havia uma homem de cabelos azuis e um uniforme bem estranho.

O homem então começa a falar alto para todos - Preparem-se para a encrenca!- Aquele holofote desliga e outra parte do palco é iluminada. Desta vez havia uma mulher muito bonita ali, cabelos rosas com um formato bem estranho e vestindo um uniforme parecido com o do homem.

A mulher começa a juntar suas palavras com as do homem - Encrenca em dobro! - O homem reaparece fazendo outra pose - Para proteger o mundo da devastação. - A mulher se junta com ele na luz - Para unir a arte de toda uma nação. - O homem e ela pareciam em total sintonia - Para denunciar os males da verdade e do amor! - Algumas pessoas em volta se olhavam surpresas, aquilo poderia ser outra apresentação? - Para levar nossa arte às estrelas! - Eles agora se apresentavam juntos - Jesse! - E James! -

Fazendo um pequeno dueto eles continuavam - Rendam-se agora ou preparem-se para correr! - Então um pequeno humanoide gato aparece na frente deles - É isso aí! - E toca algumas esferas no meio de todo o estabelecimento. As esferas ao tocarem o chão viram uma estranha fumaça que começa a deixar todos sonolentos.

Stor via os outros caírem primeiro, provavelmente seu tamanho fazia o efeito ser um pouco mais lento. Erik e a garota já haviam caído no sono, as últimas coisas que Stor consegue ver são os três que estavam no palco indo embora com o que parecia ser uma pessoa num saco.



@Akuma
QUOTE
Você provavelmente conhece a apresentação dessas pessoas xD. Cada cor indica uma pessoa diferente falando ( Caso não tenha entendido :P)


This post has been edited by Nuneseck: Mar 1 2018, 12:54 AM
mp
^
Akuma
 Posted: Mar 2 2018, 12:03 PM
citar


Akuma




N/A



28 posts

Ficha

Akuma is Offline

Aventureiro




O que hoje está no papel

Um dia foi a vida de alguém

- Hummm... Arte diferente do normal né. Que coisa, acho que as pessoas deviam se preocupar mais com seu tipo de arte, mas sem excluir as outras. Afinal, cada pessoa gosta de uma cosia diferente, não é mesmo? Eu favoreço sempre a diversidade =). Stor agora entendia bem o que rolava por ali, e se sentia bem a vontade com isso.

- Eu queria saber esculpir, mas o que gosto mesmo é de escrever! Kyahhaha! Acho que vou participar desse sarau! Me apresente seu pai, o Senhor Rivic, esse é seu sobrenome, certo?

Quando as coisas começam a acontecer, Stor tira de sua legbag uma caderneta e papel. Ele queria pensar em algo pra escrever, mas para para assistir tudo. Mas no meio da apresentação algo estranho acontecia e o aventureiro vê seu colega dançarino sendo arrastado para fora do palco. Seus sentidos logo ficam alertas para o decorrer disso e naturalmente suas mãos tocam o cabo da sua âncora.

Dois estranhos e um gato, que ele logo pensa ser um Mink, aparecem no palco se introduzindo com uma estranha apresentação barata de rimas porcas. E pra piorar o sentimento negativo que Erik sentia, no fim eles mostram sua real intensão maligna, jogando bombas de fumaça sonífera no local. A reação de Stor é imediata.

- TODOS, ABRAM AS PORTAS E JANELAS! SAIAM DO BAR!

Erik tomava a dianteira como líder que era e não esperava outras orientações. Tomando uma última, porém potente lufada de ar, com a mão livre pega Erik pelo braço e o põe em seu ombro e depois segue rapidamente em direção aos raptores. Não via máscaras em seus rostos, então segui-los com certeza seria um caminho livre do gás sonífero. Além disso talvez fosse Didi que estivesse no saco, e ele não deixaria isso acontecer com alguém tão gentil. Iria em seu encalço.

Depois eu volto pra ajudar o resto de vocês pessoal e Srta. Rivic...

For my Family

Poetry is the Soul Expression

&


@Nuneseck
mpWebsite
^
1 User(s) are reading this topic (1 Guests and 0 Anonymous Users)
0 Members:

Pages: (3) 1 2 3 
fechado
novo tópico
fazer enquete