versão 8.1

Pages: (4) 1 2 3 ... Last » ( Go to first unread post )
fechado
novo tópico
fazer enquete

 Seguindo Adiante
Hang
 Posted: Mar 1 2017, 10:35 PM
citar


Hang




N/A



778 posts

Ficha

Hang is Offline

Desenvolvedor




'Toc... Toc... Toc... Toc'

*O som ritmado do bater do cabo da sua naginata no calçamento da rua ia acompanhando a passagem de Mat, assim como os olhares de algumas pessoas na rua, não acostumados com uma arma peculiar como aquela que ele carregava como apoio. O jovem andava com um sorriso travesso no rosto enquanto olhava de um lado para o outro, procurando um lugar novo, um lugar aonde talvez ainda não o conhecessem*

"Aonde eu posso ir agora? Achei que aquela última taverna duraria mais tempo, eu não devia ter apostado tão alto naquela última vez... Mas estava indo tão bem que seria um desperdício...

*Matrin já estava em Loguetown há quase um mês e passara grande parte desse tempo em tavernas bebendo e fazendo apostas com as pessoas lá, mas sempre chegava em um ponto que ele ganhava tanto que ninguém mais queria continuar apostando com ele, mesmo após ele conseguir provar que não estava trapaceando, quase apanhando algumas vezes antes de provar, e era obrigado a procurar uma nova taverna. Porém a maioria das tavernas já o conheciam, nem que fosse pelas histórias que as pessoas falavam da sorte dele nos jogos, e não mais queriam deixar ele nos jogos, ele ainda podia beber lá mas ter que ver os outros realizando apostas sem que pudesse participar era muito deprimente.*

- Talvez tenha chegado a hora de seguir minha viagem, afinal, preciso encontrar o One Piece...

*Enquanto falava essa última frase ele passava sua mão esquerda sob o seu medalhão com a cabeça de raposa, a sua sorte e ao mesmo tempo uma lembrança triste, mas antes que tivesse a oportunidade de se entristecer ele viu com o canto dos olhos cabelos dourados em movimentos e rapidamente entrou em uma rua secundária, parando de bater com sua naginata no chão para não fazer baralho e andando o mais rápido que podia sem começar a correr*

*Ele não tinha certeza, afinal não ficou parado tempo o bastante para confirmar, mas aquela provavelmente era Mary, ou Tia, ou Sakura, na verdade ele não se lembrava o nome dela, mas ela era um mal sinal. Outra coisa que Mat fizera em Loguetown foi apreciar a companhia das belas mulheres da cidade. O problema é que elas não pareciam ficar tão felizes em vê-lo ir e as vezes falavam coisas sobre casamento e ficar juntos para sempre e isso não era o que ele queria, ele queria uma companhia para rir, conversar, aquecer os lençóis a noite e depois se despedir e guardar as boas lembranças. Na maioria dos casos ele conseguia ir sem problemas, mesmo as mais insistentes aceitavam após um dia ou outra mas Helen, ou seria Jen ele não conseguia se lembrar o nome da garota por nada nesse mundo, não aceitava de jeito nenhum isso e já o perseguia há mais de 1 semana*

- Certamente chegou a hora de seguir em frente para outra ilha, talvez até mesmo para a Grand Line... Colocar uma distância entre mim e... era Yuno?

*Com um passo acelerado ele seguia em direção ao porto, tentando se lembrar do nome da jovem, mas já a deixando para trás num canto da mente, e pensando no que encontraria para frente, pensando em possibilidades incríveis e planos mais incríveis ainda para cada uma delas*
mp
^
Rawnor
 Posted: Mar 7 2017, 09:53 AM
citar


Rawnor




Tenente-Comandante



1138 posts

Ficha

Rawnor is Offline

Administrador




Logue Town
Fazia um dia lindo na cidade, a maioria das pessoas trabalhava de forma incessante, reconstruindo algumas lojas que haviam sido pegas em explosões de um atentado dias antes, todas as pessoas pareciam contribuir de uma forma ou de outra para a reconstrução da cidade, todas exceto uma. Matrin havia levado uma boa vida desde que chegara um mês atrás em Logue Town, ele participara de sessões de jogatinas sem fim e dividira a cama com algumas damas da cidade, embora ele sempre fugisse da responsabilidade de ter "manchado suas honras".

Nessa manhã em particular ele vira a mais recente de suas conquistas, que havia agido de forma mais enérgica do que as anteriores, passando a persegui-lo, e até atrapalhando em conquistas posteriores, ele começava a descobrir que seu nome havia ficado manchado não apenas nos salões de jogos, mas também que sua fama de conquistador havia se espalhado aos ventos de forma que praticamente todas as mulheres da cidade agora passavam a evitá-lo. Tudo era culpa daquela mulher, se ele ao menos pudesse se lembrar do nome dela...

Levando isto e outras coisas em consideração Matrin começava a achar que o mais sensato seria sair da cidade, para o mais longe possível. Com essa ideia na cabeça ele foi seguindo para o porto usando becos de forma a despistar a sua perseguidora. Não demorou muito até que ele chegasse ali e visse pessoas trabalhando com ainda mais afinco do que vira na cidade, ele via que o porto que havia sido praticamente todo destruído umas semanas atrás já estava novo, e pessoas iam de lá para cá descarregando navios e vendendo mercadorias em uma feira próxima. Aquele era o coração de Logue Town e estava mais pulsante do que nunca.

@Hang

QUOTE (OFF)
Assumindo oficialmente sua aventura, post curto apenas para iniciar, vamos tentar manter um ritmo bom. o/, apenas um detalhe, analisando sua ficha eu notei que a sua tecnica tier 2 tem dois efeitos interpretativos, quando na verdade só se pode ter um. O efeito de sangramento só pode ser aplicado em tecnicas tier 3 ou 4. Só para avisar esse detalhe mesmo.

--------------------
mp
^
Hang
 Posted: Mar 7 2017, 08:44 PM
citar


Hang




N/A



778 posts

Ficha

Hang is Offline

Desenvolvedor




*Mat ouvia os sons do porto, os gritos das pessoas enquanto passavam, carregavam e descarregavam navios, via o brilho do Sol no suor das pessoas que trabalhavam, ele podia sentir a energia daquele local, e só o que conseguia pensar era o quão feliz estava de não ser uma daquelas pessoas*

"Pobres almas... Trabalham todos os dias nesse local, tanta responsabilidade, tanto tédio. Fico com pena só de pensar, acho que vou beber alguma coisa em honra a eles."

*Quando pensou isso ele inconscientemente levou a mão ao bolso interno do seu casaco, e sentiu o peso, leve demais para ser reconfortante, do dinheiro que carregava ali*

"Isso é tudo que sobrou? Eu podia jurar que tinha ganhado bastante dinheiro na última aposta ontem, será que eu gastei tanto assim com bebida pra comemorar depois? Eu não devo ter tomado mais de... 4 garrafas? Droga, isso deve ter sido caro.

*Ele rapidamente conta o dinheiro que tinha no bolso, aceitando que aquela quantidade teria que ser o bastante, de um jeito ou de outro, precisaria sair dali para fugir da Jenny(?), e seguir adiante. Afinal ele já se decidira para onde iria agora, começaria a aventura de verdade, ele iria para o lar dos piratas de verdade, iria para a Grand Line aonde teria batalhas que pudessem lhe divertir tanto quanto as mulheres de Loguetown, pelo menos antes da Tomgo(?) começar a difamá-lo*

*O jovem levanta a aba no seu chapéu e olha os navios do porto, apesar de todos os seus estudos e dos seus conhecimentos esse era um dos assuntos de que sabia menos, mas com o brilho dourado do Sol sobre a sua cabeça ele sabia que não podia errar e então deixou seu instinto lhe guiar para um dos maiores navios dali, um que ele esperava que saísse logo e seguisse o rumo que o jovem queria. Ele não precisaria seguir com eles depois disso,afinal poderia ficar um tempo curtindo a ilha da Grand Line antes de seguir adiante, por isso só precisava de uma carona. Ao se aproximar do navio ele está usando um dos seus melhores sorrisos, o que usa para conquistar as mulheres enquanto procura alguém do navio, não precisava ser necessariamente o capitão, embora fosse-lhe preferível, um membro da tripulação bastaria, afinal, não passava pela cabeça dele que poderiam lhe negar passagem até a Grand Line.*

QUOTE
off:Não sabia, vou falar com alguém se tem como deixar na ficha como nível 3 e eu pago a diferença com a próxima xp que ganhar, só pra não tirar a tecnica agora e no final da aventura fazer ela de novo.

E obrigado por assumir a aventura, to há alguns anos sem jogar então se começar meio ruim é que to meio enferrujado, só me dá uns toques que logo eu pego no tranco ^^


@Rawnor

This post has been edited by Hang: Mar 7 2017, 08:46 PM
mp
^
Rawnor
 Posted: Mar 8 2017, 08:37 PM
citar


Rawnor




Tenente-Comandante



1138 posts

Ficha

Rawnor is Offline

Administrador




Logue Town
Como um bom malandro Matrin estava feliz por não trabalhar naquela manhã, de fato a visão daquelas pessoas exercendo aquelas funções exaustivas quase lhe causava dor física. Ele caminhava pelo porto pensando se tinha o bastante para fugir de Logue Town e dos braços longos de Molly(?), mas ainda sem ter certeza de como faria para ir para a Grand Line ele caminho a esmo por um tempo.

Sem saber como abordar devidamente o assunto ele apenas seguiu para um maiores navios ancorados. Ao se aproximar viu dois dos marujos ali e tentou soar amigável, querendo já passar um clima mais ameno enquanto tentava negociar uma carona. Os marujos o olharam sem muito interesse e lhe disseram apenas que o navio não partiria por uns três dias, mas que ele poderia procurar pelo capitão no bar da "Vadia do Mar".

Matrin nunca ouvira falar sobre tal lugar desde que chegara a Logue Town meses atrás, poderia vir a ser um lugar novo em que ele pudesse melhorar a sua sorte e conseguir mais alguns trocados, embora os dois marujo ali não lhe dissessem onde tal lugar ficava, ao menos não de graça. Olhando para as outras embarcações ele via que muitas delas eram recém chegadas, já que pareciam estar descarregando suas mercadorias.

A movimentação no porto era grande, sendo aquele o principal ponto da cidade isso era corriqueiro, mas hoje em especial o lugar estava mais lotado pelo número de embarcações que havia chegado, cada uma delas com uma possível história de mares longínquos, prontos para serem explorados. Com tantas possibilidades de aventura qual Matrin escolheria? Ficaria ele muito tempo na cidade? Petúnia (?) o encontraria? Era apenas de manhã e o dia estava cheio de possibilidades a frente.

@Hang

mp
^
Hang
 Posted: Mar 9 2017, 11:21 AM
citar


Hang




N/A



778 posts

Ficha

Hang is Offline

Desenvolvedor




*Matrin encarava os homens na sua frente levemente confuso, mantendo o sorriso no rosto enquanto o inclinava levemente para o lado, o jovem não entendia o que acabara de acontecer, na sua cabeça as coisas tendiam a ir como ele esperava, ou seus planos calculados o levavam para aonde esperava, ou quando não tinha tempo para planos, sua sorte cuidava do resto, ele olhava para baixo conferindo se seu cordão da sorte continuava ali, e então soltava uma alta risada enquanto dava de ombros*

- Não se ganha todas não é... Pelo menos descobri um novo lugar para passar esses últimos dias Vadia do Mar, não é? Isso pode ser divertido. Continuem o bom trabalho rapazes, tenho a impressão de que nos veremos logo após eu me encontrar com o capitão de vocês

*Mat não conseguira a passagem rápida para a Grand Line que estava procurando, porém conseguira algo tão bom quanto, um novo lugar aonde possivelmente não era conhecido, não ainda pelo menos, e poderia jogar um pouco, e quem sabe ainda convencer o capitão de partir mais cedo. O jovem estava feliz com o desenrolar do que acontecera, ele não tivera um plano ao ir até ali, então imaginava que a sua sorte lhe dera a melhor alternativa possível, e confiando nela, ele seguiu andando pela extensão do porto brincando com uma moeda nos dedos enquanto olhava os belos navios, a maioria deles aparentando ter acabado de chegar, e procurava por qualquer sinal da Vadia do Mar*

*Conforme andava ele prestava atenção em sinais do bar aonde o capitão daquela embarcação estaria, e tentava manter sua atenção em qualquer conversa vinda dos barcos, qualquer sinal de que algum sairia logo ou que iria para a Grand Line, afinal por mais que confiasse na sua sorte, Mat não desperdiçaria uma oportunidade. *

”Melhor não perder muito tempo procurando à toa esse bar, talvez devesse conseguir alguma ajuda

*Ele para por um instante para olhar as pessoas ao seu redor, ele era bom em ler as pessoas e entender sobre elas, na verdade ele fazia isso principalmente em combates para entender os estilos de luta e os vícios de movimento do oponente, porém ele estudara bastante sobre pessoas e era um bom em vigiá-las então decide tentar algo novo, ele procura por algum trabalhador do porto que parecesse cansado, alguém já tivesse trabalhado por um tempo e talvez não conseguisse raciocinar rápido sobre pressão com alguém apressando-o.*

- Meu belo amigo, desculpe incomodá-lo enquanto faz seu trabalho, mas é que é uma questão de vida ou morte. Eu fui mandado pelo capitão para encontrar um dos seus homens que está em um bar chamado Vadia do Mar, aparentemente alguma coisa estranha vai acontecer, mas eu sou novo na cidade e não costumo beber então não conheço o local, por favor poderia me dizer como chegar lá? Eu não conheço o capitão muito bem, mas pelo que me disseram ele não gosta de atrasos...

*Mat ficava encarando-o, apressando a cada poucos segundos, não dando tempo para que o homem tivesse tempo de pedir dinheiro pela informação como os outros marujos fizeram, e propositalmente não dizendo se o tal capitão seria da marinha ou um pirata, deixando que a mente do homem tomasse a opção que julgasse melhor*

@Rawnor

This post has been edited by Hang: Mar 9 2017, 11:22 AM
mp
^
Rawnor
 Posted: Mar 11 2017, 10:39 PM
citar


Rawnor




Tenente-Comandante



1138 posts

Ficha

Rawnor is Offline

Administrador




Logue Town
Mat procurava pelo porto o dito bar sem muito sucesso, talvez fosse um bar exclusivo para marujos ou talvez ele simplesmente não conhecesse a cidade tão bem assim, ele só havia chegado a alguns meses e nunca se aventurara em lugares onde não pudesse conseguir uma bela donzela para um fim de noite, e, pelo nome, aquele lugar definitivamente não parecia se encaixar dentro desse parâmetro.

Sem ter conseguido a localização ele agora apostava em encontrar um otário que pudesse enrolar para conseguir a localização do bar. Ele examinou alguns marujos em busca de algum que lhe parecesse especialmente lento e depois de um tempo ele não achou um, mas sim três homens que não eram exatamente as pessoas mais brilhantes do porto, e isso por si só já dizia muita coisa.

O primeiro homem era grande e forte, chegando facilmente a dois metros. Ele estava levando bronca de um superior do navio em que trabalhava por ter derramado água em uma cesta de uvas quando havia sido ordenado descarregar frutos do mar. O segundo, do mesmo navio, era bem mais baixo, mas também era troncudo, tendo cerca de um metro e meio, este tentava pegar uma beterraba no chão, mas como estava levando um cesto acabava derrubando outra toda vez que se inclinava. O terceiro era um garoto magricela, no começo dos seus vinte anos que engraçava um sapato em frente a uma loja do porto, Mat percebia que o garoto se atrapalhava e por vezes usava o próprio pano que passava nos sapatos para tirar o excesso de graxa no rosto para enxugar o suor, ao invés de um lenço que obviamente estava no bolso da frente de sua camisa.

Estes eram os melhores "alvos" que Mat encontrava, ele poderia abordar qualquer um tentando os enrolar para conseguir a informação, ou simplesmente poderia continuar procurando por ai, ou até mesmo poderia voltar para os dois marujos anteriores e pagar pela informação. Por hora estas eram todas as escolhes que ele poderia fazer, uma vez que, por mais que andasse por ai, não ouvira mais ninguém mencionar a grand line.

@Hang


mp
^
Hang
 Posted: Mar 12 2017, 09:00 PM
citar


Hang




N/A



778 posts

Ficha

Hang is Offline

Desenvolvedor




*O Vadia do Mar era mais difícil de se encontrar do que o jovem inicialmente pensara, apesar do seu tempo ali não era o tipo de lugar que ele originalmente pensaria em ir (isso se os outros bares quase todos não o tivessem expulsado, houvesse uma insistente mulher atrás dele tentando forçá-lo a casar e o possível capitão de um barco que o poderia tirar da ilha não estivesse lá), não que ele não gostasse de uma mulher com quem passar a noite, afinal uma companhia para aquecer os lençóis era tão bom quanto um bom copo de bebida e um bom jogo de aposta, até quase tão bom quanto uma batalha bem planejada, mas Matrin não gostava de gastar seu dinheiro com isso, não que fosse um puritano, apenas por princípio gostava de imaginar que a donzela estava gostando tanto quanto ele daquilo, e não apenas querendo o dinheiro, sem falar da beleza que era a emoção da conquista*

"Não parece algo digno de lendas, mas se o começo da minha próxima história está no Vadia do Mar, acharei esse bar de um jeito ou de outro...

*Aos poucos ele até mesmo parava de prestar atenção nos outros barcos, isso ia além de confiar que sua sorte lhe daria o melhor caminho, já se tornara um desafio pessoal, mesmo não sendo a pessoa mais cabeça dura do mundo, as vezes Mat colocava uma ideia na cabeça e se tornava uma questão de honra para ele conseguí-la. Assim ele procurava ao seu redor alguém que pudesse enganar a lhe dizer a direção que buscava sem que lhe cobrasse dinheiro, afinal o pouco que tinha talvez precisasse para a passagem, e certamente precisaria para bebidas*

*Então ele percebia 3 homens que pareciam se enquadrar bem no perfil que buscava, e inconscientemente um sorriso quase predatório surgia no rosto do estrategista enquanto decidia qual dos 3 seria o melhor alvo. Inicialmente ele achava o engraxate a melhor opção, não só por parecer o mais inocente mas também por ser um morador da ilha deveria conhecer ela melhor do que pessoas de navios que ele não sabia quantas vezes já haviam atracado nesse porto antes. Talvez ele não soubesse, mas se fosse esse o caso, teria que tentar um dos outros.*

*Mat então com cuidado retirava o sorriso do seu rosto e fazia o seu melhor para colocar uma expressão de preocupação no rosto enquanto se aproximava do garoto*

- Desculpe incomodá-lo amigo, mas é que estou com problema. Eu preciso chegar o mais rápido possível no Vadia do Mar, estão esperando por mim lá. Eu tinha o endereço, mas me roubaram e levaram junto com o dinheiro o papel que tinha o endereço. Sou novo na ilha e estou meio perdido, não queria ser incoveniente, mas achei que alguém que parece tão inteligente e bondoso como você talvez conseguisse me ajudar...

@Rawnor
mp
^
Rawnor
 Posted: Mar 14 2017, 05:11 PM
citar


Rawnor




Tenente-Comandante



1138 posts

Ficha

Rawnor is Offline

Administrador




Logue Town
Ao estudar suas opções para encontrar o "Vadia do Mar" Mat decidia pelo garoto engraxate, ele achava, e com razão, que um nativo da ilha tinha muito mais chances de conhecer o lugar, principalmente alguém que trabalhasse pelo porto. Mesmo que o garoto não soubesse aquele era um bom primeiro palpite e com isto em mente o estrategista foi se aproximando dele, já com uma conversa esfarrapada na ponta da língua.

O Garoto o ouviu com atenção, até arregalando os olhos quando escutava as palavras "vadia" e também que haviam assaltado Mat. Ele tentava enxugar a testa espalhando ainda mais sujeira pela cara enquanto se levantava, parando de engraxar o sapato de um homem, que ainda não havia percebido isso.

[Engraxate] - Puxa senhor, eu não sei sobre nenhuma vadia. Dizia ele corando levemente, o que era perceptível mesmo no meio de toda aquela sujeira. - Mas se o senhor foi assaltado acho que seria melhor falar com a marinha, eles estão por todo lado agora, desde que houve uns ataques na cidade.

Era verdade, nos últimos dias Mat havia notado um aumento gradual no número de marinheiros fazendo patrulhas, o que por um lado era reconfortante para as pessoas da cidade, mas para um trapaceiro como ele não era uma coisa assim tão agradável. Ele continuava sem pistas da localização do bar, mas o engraxate ainda estava a sua disposição se ele quisesse perguntar sobre o local usando outra coisa que não o nome ou poderia tentar os outros dois "não tão inteligentes" que havia avistado anteriormente.

@Hang

mp
^
Hang
 Posted: Mar 14 2017, 07:31 PM
citar


Hang




N/A



778 posts

Ficha

Hang is Offline

Desenvolvedor




*Mat notava o leve corar do garoto e quando ele começava a responder soltava um rápido riso, que se esforçava para controlar o mais rápido possível, enquanto lentamente balançava sua cabeça não acreditando na sua própria tolice durante a descrição do que buscava, e também na inocência do engraxate na sua frente*

- Não, não amigo, desculpe acho que não soube...

*Mas antes que ele conseguisse completar sua frase o engraxate continuava falando, e chamava a atenção do estrategista para algo ao seu redor que ele não tinha percebido antes*

"Realmente o número de marinheiro está ficando muito alto, ninguém deve nem saber quem eu sou, mas ainda assim, não consigo me sentir tranquilo com eles por perto... Realmente já passa da hora de sair daqui"

*Levando sua mão inconscientemente ao seu medalhão com a cabeça de raposa atrás de boa sorte, Matrin continuou a conversa, agora o tom de urgência na sua voz não era tão fingido, queria realmente ir embora da ilha o mais cedo possível*

- Desculpe, eu não sou muito bom com as palavras... Vadia do Mar é o nome de um bar, eu não estou procurando uma... De qualquer maneira, é um bar, por acaso você o conhece, amigo?

@Rawnor

This post has been edited by Hang: Mar 14 2017, 07:31 PM
mp
^
Rawnor
 Posted: Mar 16 2017, 05:43 PM
citar


Rawnor




Tenente-Comandante



1138 posts

Ficha

Rawnor is Offline

Administrador





Logue Town
Vendo que sua primeira abordagem não funcionara como queria Matrin agora tentava se explicar melhor, não pretendia passar muito mais tempo em Logue Town, não com aquele aumento alarmante de marinheiros. O garoto ouvia a explicação mais detalhada, e agora que sabia que se tratava de um bar ele fazia uma cara de entendimento, como se tudo fizesse sentido, embora a sua expressão seguinte de dúvida não fosse lá muito animadora.

[Engraxate] - Senhor, eu acho que nunca ouvi um bar com esse nome não, mas se o senhor quiser um bar de marujos eu sei de pelo menos três aqui próximos, eu posso levar o senhor para lá daqu-- O garoto era interrompido quando a bota do homem que ele estava engraxando antes encontra sua face. O homem parecia irritado pelo trabalho não ter sido completo e descontava mais de uma vez a sua frustração no rosto do rapaz.

[Homem de paletó] - Vamos logo seu merdinha, eu não tenho o dia todo. Não pago você para ficar de conversinha fiada com o primeiro idiota que aparece pela frente. ele olhava para Matrin com uma expressão mista de irritação e desdém. Mas logo vendo a arma que era carregada ele ficava um pouco nervoso. - V-Você ai, para de atrapalhar e saia daqui.

O engraxate voltava a realizar o trabalho, agora com um pouquinho de sangue saindo de sua boca, ele tentava por um sorriso na face, mas a dor que sentia não deixava que ele segurasse algumas lágrimas que caiam molhando o chão.

@Hang

mp
^
Hang
 Posted: Mar 16 2017, 07:57 PM
citar


Hang




N/A



778 posts

Ficha

Hang is Offline

Desenvolvedor




*Antes mesmo do garoto começar a responder Matrin já sabia qual seria sua resposta, a expressão no rosto dele já dizia tudo, ele suspirava conforme o garoto já começava a responder e mentalmente pensava com quem falar a seguir quando o alto som de impacto chamou sua atenção de volta para a sua frente. A princípio ele não conseguia entender o que acontecera, apenas o leve som do gotejar do sangue do engraxate é que chama sua atenção, a tempo de ouvir a reprimenda do homem contra si*

"Esse homem é idiota a esse ponto? A sorte dele é que eu não sou, com essa quantidade de marinheiros ao redor eu não ganharia nada acabando com ele... Desculpa garoto, você parece uma boa pessoa, mas simplesmente é o que é, seria muito trabalho e provavelmente depois outros fariam a mesma coisa com você"

*Ainda racionalizando Mat ficava irritado com o que acabara de ver, não é que tivesse sangue frio ou não se importasse, dado a oportunidade certa ele mataria o homem sem pensar duas vezes pelo que ele fizera, mas a diferença dele pros outros era essa, Matrin era um estrategista, ele não iria agir por impulso, não se colocaria numa situação horrível naquele lugar, quando estava tão perto de ir embora, ele gostava do engraxate, mas não lhe devia nada, e os marinheiros ao redor eram um problema imenso. Lhe pesava no peito, mas ele sabia que aquele homem precisava sair impune*

*O estrategista então se apoiava na sua Naginata e se inclinava para frente levemente, deixando a lâmina da sua arma na direção do rosto do homem, ainda que um pouco distante*

- Desculpe companheiro, não queria atrapalhá-lo, peço o seu perdão e concordo melhor eu ir indo antes que acidentes aconteçam, afinal, sou o primeiro idiota que apareceu e você sabe como idiotas podem ser desastrados... Em todo caso, obrigado amiguinho, se precisar de passagem pra longe daqui me procure... Só não demore muito

*Mat sabia que não devia ter falado nada, nem a ameaça velada nem a proposta para o garoto, mas havia se irritado e julgou que por mais desnecessário que fosse, o risco de gerar problemas não era tão grande, e ele realmente estava irritado e queria fazer alguma coisa. Ele olhava para os dois outros homens que vira antes, poderia tentar a sorte com eles, mas estava irritado e não queria desperdiçar mais tempo então rapidamente faz seu caminho até aonde os marujos que lhe falaram do Vadia do Mar anteriormente estavam*

- Esse bar é ipossível de achar companheiros... Ok, vocês venceram, 5.000 pra me dizerem como chegar nesse bar e achar o capitão de vocês

@Rawnor

This post has been edited by Hang: Mar 16 2017, 07:58 PM
mp
^
Rawnor
 Posted: Mar 20 2017, 09:47 PM
citar


Rawnor




Tenente-Comandante



1138 posts

Ficha

Rawnor is Offline

Administrador




Logue Town
Embora Matrin se compadecesse da situação do garoto ele nada fazia contra o homem que o agredia, ele sabia que com a cidade cheia de marinheiros como estava uma confusão só atrairia atenção desnecessária para si, além disso, talvez até Marta (?) o achasse se ele chamasse muito mais atenção. Mesmo quando o homem de paletó o insultou Mat tentou manter sua compostura, mas com uma falha em sua armadura de calma ele deixou escapar uma ameaça velada.

[Homem de paletó] - S-sim, sai logo daqui lixo, está estragando a minha visão do mar. O homem dizia tentando soar autoritário, mas ainda se preocupando com a arma do estrategista. Mat notava que sua ameaça não havia sido percebida pelo homem de paletó, mas o engraxate forçava um sorriso e balançava a cabeça negativamente, como se pedisse para que Mat não se envolvesse nisso.

Cansado de procurar e irritado com o que acabara de ver Mat descartava a opção de ir falar com os outros dois alvos e voltava até o barco de antes, onde encontrava os dois marujos que haviam lhe falado sobre o bar conversando enquanto fumavam um cigarro. Chegando próximo deles, o estrategista fez uma proposta de pagamento em busca da informação. Um dos homens parecia inclinado a aceitar, mas foi detido pelo outro que abriu um largo sorriso.

[Marujo] - 5.000 me parece pouco por um bar impossível de achar, que tal nos pagar 15.000? com isso nós o deixamos na porta e ainda lhe pagamos uma cerveja. O segundo homem também abria um sorriso enquanto aguardava a resposta de Matrin.

@Hang


mp
^
Hang
 Posted: Mar 21 2017, 11:31 AM
citar


Hang




N/A



778 posts

Ficha

Hang is Offline

Desenvolvedor




*Mat olhava para os marujos na sua frente, ele não era o melhor dos negociadores, e os homens tinham certa razão, pois já estava claro que sem a ajuda deles não conseguiria achar o tal bar, mas ainda assim não podia pagar todo aquele dinheiro, pelo menos não tão fácil. O jovem então decidia correr um risco, no pior dos casos ele pagaria um pouco mais do que os homens queriam, mas pelo menos se divertiria um pouco*

- Ora, ora, parece que chegamos em um impasse, mas tenho uma boa ideia de como resolvê-lo. Façamos uma pequena aposta, jogamos um jogo de azar, para não dizerem que quero trapacear podemos usar seu baralho, dado ou o que quer que prefiram. Se vocês ganharem eu pago os 15 mil e ainda uma rodada pra cada um de vocês, se eu ganhar vocês aceitam os 5 mil pra me levar até o capitão e ainda falam bem de mim

*Matrin dava lhes um sorriso ao mesmo tempo encorajador e debochado, o sorriso que costumava dar nos jogos de carta quando tinha as melhores cartas e queria que o oponente pagasse sua aposta, como se o simples fato de não pagarem pra ver a mão dele diminuísse a masculinidade do oponente. Dessa vez o jogo nem começara, mas ele confiava na própria sorte e na sua habilidade nos jogos*

- Vamos, no pior dos casos vocês ganham 5 mil e aprendem uma coisa ou outra sobre jogos comigo... Ou será que estão com tanto medo assim? Conselho de amigo, a sorte não sorri para os assustados

@Rawnor
mp
^
Rawnor
 Posted: Mar 24 2017, 07:33 AM
citar


Rawnor




Tenente-Comandante



1138 posts

Ficha

Rawnor is Offline

Administrador




Rolagem para determinar o resultado do jogo: Dice Roll: 1d10: 6 = 6

Para caso aconteçam mais casos assim no final do seu próximo post quero que você user o comando:
CODE
[roll]5d10[/roll]
mp
^
Hang
 Posted: Mar 26 2017, 12:05 PM
citar


Hang




N/A



778 posts

Ficha

Hang is Offline

Desenvolvedor




Dice Roll: 5d10: 4+7+10+6+4 = 31

QUOTE
off: Beleza, foi mal, minha época pessoal ainda tava introduzindo as rolagens, e mal a demora eu não tinha visto que você tinha postado já


@Rawnor
mp
^
0 User(s) are reading this topic (0 Guests and 0 Anonymous Users)
0 Members:

Pages: (4) 1 2 3 ... Last »
fechado
novo tópico
fazer enquete