versão 8.1

Profile
Personal Photo

No Photo

Options
Custom Title
Zed doesn't have a custom title currently.
Personal Info
Location: No Information
Born: 9 January 1996
Website: No Information
Interests
No Information
Other Information
Atalho 2: No Information
Atalho 3: No Information
Ficha:: http://rpgonepiece.com/index.php?showtopic=6293
Atalho 1: No Information
Imagem da Facção: http://files.jcink.net/uploads/bnwrpg/marinheiro.png
Cargo da Facção: Aspira
Cor da Facção: 3d7af6
Pronome:: Ele
Idade: 17
Alias: Zed
Statistics
Joined: 8-April 15
Status: (Offline)
Last Seen: Yesterday at 06:42 pm
Local Time: Jul 16 2018, 03:42 AM
390 posts (0.3 per day)
( 0.77% of total forum posts )
Contact Information
AIM No Information
Yahoo No Information
GTalk No Information
MSN No Information
SKYPE No Information
Unread Message Message: Click here
Unread Message Email: Private
Signature
View Signature

Zed

Aventureiro

Topics
Posts
Comments
Friends
My Content
Jul 3 2018, 07:54 PM
[dohtml]<blockquote><blockquote>Durante as últimas horas estava ali, no convés daquele navio de transporte apenas observando o formado de Sealkoun Island se tornar cada vez mais próximo. Desde que conseguia lembrar o objetivo de vida de meu pai era por todos os filhos na marinha, e comigo isso iria se concretizar, o único problema é que eu não estava nem um pouco feliz com a ideia.<br><br>

Quando o barco parou e a prancha desceu para o desembarque apenas suspirei profundamente, como se estivesse reunindo coragem para o que estava por vir. “Eu não acredito que realmente chegou a esse ponto... ” Com a cabeça baixa caminhava pela cidade ainda desconhecida, esporadicamente levantando olhar e observando meus arredores, mas não a procura da base militar, e sim de um bar ou taverna que estivesse aberto naquela hora. “Eu não consigo encarar essa sóbrio... ” Concluía em desanimo. <br><br>

Encontrando um local que se adequasse ao que procurava, adentraria e procuraria uma mesa isolada e vazia, onde pudesse sentar sozinho e esperar por atendimento. – Whisky... – Silabava unicamente sem nem mesmo olhar os olhos do atendente. Mas já imaginando que ele conseguiria estragar com esse simples pedido me via obrigado a acrescentar algumas palavras. – Dose dupla, dois cubos de gelo. – Ainda mantinha o olhar longe do indivíduo, apenas observando o interior da taverna, evitando cruzar olhares e desviando de imediato, com uma expressão melancólica aguardava a bebida.[/dohtml]


Objetivo:
[ ] Virar marinheiro
May 29 2017, 09:12 AM
[dohtml]<blockquote><blockquote> Era hora de fazer algo a respeito. Aquela situação onde juntávamos um pouco de dinheiro e na primeira oportunidade que tinha Joe gastava tudo enquanto sequer podia comprar algum vestido bonito ou joias decentes já havia chego ao limite. Estava andando pelas ruas de Ringrad naquele momento enquanto trajava um longo vestido preto detalhado em vermelho, como de costume. Sapatilhas pretas e tinha a adaga roubada escondida na cinta liga escondida pelo vestido, mesmo que não usasse ela tão bem ainda era importante ter uma arma a mão nos dias atuais. Como detalhe meus cabelos estavam amarrados em um rabo de cavalo com uma fita vermelha e deixando uma franja na frente. Não é como se pudesse contar com os rapazes para cuidar da aparência do corpo. <br><br>

- Pra onde estamos indo exatamente? – Perguntou o garoto de cabelos brancos surgindo do meu lado como o fantasma que era. “Nos alistar no governo. Já tivemos essa conversa antes. “ Respondi pra ele ao mesmo tempo que mantinha o silencio para qualquer um ao meu redor. – Sério? Vai realmente fazer isso? – Não era a primeira vez que ele demostrava ser contra a ideia, mas não era nada diferente do esperando se tratando dele. “Se não quiser participar disso apenas fique calado e não atrapalhe. “ Tentei me afastar seguindo um pouco mais a frente, mas era impossível escapar dele. Ao menos como sugerido optou por ficar em silencio... ou quase, passou o caminho me aborrecendo e assoviando, enquanto olhava analiticamente cada pessoa que passava por perto. Era difícil de saber o que passava naquela cabeça perturbada. <br><br>

Havíamos dedicado os últimos dias justamente reunido informação, e quando digo nós, quis dizer eu. Nenhum dos outros parecia motivado a fazer nada a respeito, era um aborrecimento ser a única que realmente parecia usar a cabeça por ali. – Só pra ficar sabendo, eu não uso vestidos, então se a situação complicar não conte comigo.“Não é como se eu contasse com você pra alguma coisa. Por que não some? “ <br><br>

- Nã... Eu estou entediado. – E por isso seguiu me acompanhando até o local onde havia ouvido dizer que poderia fazer o alistamento. Apenas por segurança, perguntaria para qualquer pedestre ou membro de guarda no local. – É aqui onde posso realizar o alistamento? – Caso estivesse no local certo seguiria o homem caso assim me fosse pedido.[/dohtml]


Objetivos:
[ ] Me Alistar, se possível já entrando na CP4
[ ] Fazer 1 missão, e ganhar aquele salario maneiro.
[ ] Dar uma procurada no mato por ervas venenosas em algum ponto da aventura


OFF: Cabelo ficou assim:
Spoiler

Mar 14 2017, 08:14 PM
[dohtml]<blockquote><blockquote> Estava sentando em uma sala no novo castelo. Pensativo enquanto observava o horizonte que era apenas uma parede. “Qual meu próximo movimento? “ Refletia em silencio absoluto. Tomar o castelo logo em minha chegada naquela ilha congelada foi a primeira das minhas jogadas, mas já estava sendo ameaçado por alguém que ainda não conhecia. “Eu derrotei o que parecia ser o líder... Talvez ele só fosse um dos principais combatentes e o verdadeiro dono do castelo tenha escapado com vida. “ Se fosse eu nesta posição, obviamente iria querer reaver o castelo perdido. “Mas se for o caso ele também teve muitas baixas na última batalha. “ O que nos colocava talvez em situações semelhantes.<br><br>

“Eu tenho apenas 10 soldados a meus dispor. Preciso reunir mais tropas... Preparar defesas... “ Era a jogada mais segura por hora. – SIGURDSON! – Berrei chamando aquele que estava até então sendo meu braço direito. – Eu vou sair do castelo. Você vai ficar no comando por hora. Mantenha patrulha constante e prepare barricadas e defesas... – Não queria dizer palavras que me deixariam com a impressão de fraco. – Provavelmente aquela ameaça não é nada que deva me preocupar, mas quero estar preparado. Vou até a cidade mais próxima sozinho e procurar por novos integrantes, precisamos de mais tropas. – Até então ele havia demonstrado lealdade e capacidade. Mas ainda assim não me sentia completamente seguro em dividir cada informação que tinha, talvez fosse apenas paranoia, mas queria ir testando aos poucos a sua lealdade em anonimato. <br><br>

Me ergueria do trono e então iria me preparar para ir até a vila. Levaria na cintura o machado que havia ganho de um de meus irmãos antes do naufrágio e iria até o arsenal do castelo, carregar muitas armas seria chamativo então apenas levaria uma pequena adaga e esconderia na bota, apenas por segurança. Também levaria dinheiro, nunca se sabe quando seria útil. <br><br>

“Acho que por hora é só... “ Com isto me colocaria então a caminhar até a cidade mais próxima. Iria me manter atento a qualquer movimentação que pudesse ocorrer ao meu redor, nunca se sabe quando vai ser emboscado. “Onde eu posso encontrar soldados em uma cidade como essa? “ Simples aldeões seriam uteis apenas sendo armados com espadas? Não. Precisava encontrar pessoas mais habituadas a lutar... “Ladrões e bandidos? “ Não era um exército ideal, mas com uma liderança correta e com apropriada recompensa eles poderiam concordar.[/dohtml]


Objetivos:
[ ] Reunir mais tropas
[ ] Fortificar o castelo
[ ] Conseguir um pet. (Mais informações em private)
[ ] Ganhar alguns PA’s
Dec 21 2016, 03:09 PM
[dohtml]<blockquote><blockquote> Algum tempo atrás…<br><br>

O mar estava feroz naquele dia. Ondas enormes que faziam o navio balançar violentamente, mesmo guerreiros de longa data que estavam acostumado com as mais variáveis situações estavam enjoados pelo Convés. “Merda... “ A chuva constante atrapalhava minha visão, não apenas isso, o céu estava coberto de nuvens escuras dificultando ainda mais meu trabalho. – FIQUEM CALMOS! – Berrei aos companheiros que pareciam assustados. – Uma tempestade como essa não é nada, os deuses estão do nosso lado! – Pois é.... Mas não estavam. <br><br>


Não muito tempo depois fomos engolidos por uma enorme onda e minha memória então se tornava um borrão. <br><br>

Atualmente... <br><br>

Ainda me recuperava aos poucos do quase afogamento. Sozinho consegui expelir a agua de meus pulmões, mas ainda estava enfraquecido e cansado. “Que lugar é esse?” Me perguntei analisando o que estava em minha volta. – Gwyniâ? – De fato sua geografia de certa forma era semelhante, coberta em gelo e sem muitos recursos em volta. Mas ainda assim parecia ter suas diferenças de minha terra natal. <br><br>

- O que aconteceu com os outros? – Olhei em volta procurando por companheiros que pudessem ter sobrevivido ao desastre. Também procurava por minhas armas. Checando rapidamente notei falta de meu escudo, provavelmente perdido no fundo do mar, por sorte o machado que meu irmão havia feito antes da grande viagem ainda estava intacto preso ao meu cinto. Saque-o e usei como apoio para me levantar, como dito anteriormente, não estava em minhas melhores condições. <br><br>

“O que eu faço? Procuro por eles? Espero aqui? ” Desde que me lembrava, não era a primeira vez que me encontrava completamente sozinho e perdido, mas em todas as vezes que isso havia acontecido em minha adolescência/infância, ao menos sabia que minha vila estava por perto e que haviam esperanças, mas desta vez me parecia diferente, naquelas terras possivelmente hostis não tinha ninguém para contar, ninguém além de mim mesmo e dos conhecimentos que havia adquirido ao longo dos anos. <br><br>

“Eu vou procurar por eles depois. Por hora eu preciso arrumar um abrigo e comida. ” Se soubesse sobre a existência de vilas próximas, poderia procurar por elas, mas apenas saberia caso conseguisse avistar do lugar onde estava. Até onde bem sabia, podia estar em um único bloco flutuante com nada além de algumas árvores e gelo.(Presumi que tem arvores na ilha e na zona onde estou.) <br><br>

“Por hora... Comida... “ Já era capaz de sentir o estomago roncar. Quanto tempo havia passado desde o naufrágio? Bom, teria tempo de refletir sobre isso depois. Seguiria meu caminho, a princípio a esmos, mas atento aos meus arredores, tentando fazer um reconhecimento da região e também tentando marcar em minha memória pontos mais importantes aos quais poderia precisar ou querer retornar depois. <br><br>

Para evitar ficar perdido, iria marcar algumas arvores com meu machado. Não usaria símbolos como setas, isso poderia facilitar que inimigos me encontrasse, usaria marcações que apenas eu mesmo poderia interpretar e que para qualquer outro iriam apenas ser símbolos que qualquer idiota pudesse ter feito. <br><br>

Embora não tivesse muita esperança de encontrar arvores com frutos ou quaisquer ervas comestíveis, não podia simplesmente ignorar este conhecimento. Mesmo nos piores terrenos plantas ainda muitas vezes eram capazes de sobreviver. E não importando o quão faminto pudesse estar, sempre verificaria a procedência do alimento, para garantir que ele não fosse venenoso.<br><br>

Tudo bem, não era um grande expert em venenos, mas ainda assim meus anos sobrevivendo nos campos de batalha me permitiam ter boas pistas. Mas claro, haviam outras formas de se conseguir comida por ali. Animais eram uma das principais. <br><br>

Pessoas comuns poderiam sentir-se enojadas ou intimidadas se comessem as mesmas coisas que meu povo, felizmente, não tinha este problema, era capaz de comer qualquer coisa uma vez que ela estivesse morta e preferencialmente um pouco cozida, mas até mesmo carne crua seria um banquete naquela situação. <br><br>

Caso tivesse ou não sucesso em encontrar comida. O passo seguinte seria procurar por abrigo. Uma caverna que pudesse me proteger do frio, ou uma região com arvores em um formato estratégico, na verdade não era importante, a única coisa que precisava no momento era um lugar onde pudesse sentar, criar uma fogueira e assar qualquer coisa.[/dohtml]

Objetivos:
[ ] Me tornar regente da ilha.
Nov 20 2016, 02:44 AM
[dohtml]<blockquote><blockquote> Finalmente o navio que me levava aportava em Loguetown. Era bom estar em terra novamente, mas ruim ter perdido minha arma no processo. “Bem, não importa. “ Tinha mais coisas para lidar no momento e pensar na arma perdida não iria resolver nada. Tinha de dar prosseguimento ao plano de juntar dinheiro e financiar minhas pesquisas e viagens.<br><br>

“Por hora, uma nova arma. “ Diferente da outra vez, tinha esperanças de não ser nocauteado no caminho por um desconhecido surgindo de lugar nenhum. Com sorte esperava já chegar ao meu destino e me dirigir até o balcão onde iria interagir com o vendedor. – Boa tarde meu amigo. – Abrindo um sorriso amistoso já tentando ganhar um pouco de simpatia.<br><br>

- Estou procurando um revolver. Nenhum modelo especifico, apenas que seja dentro do meu orçamento e em bom estado. – Aguardaria então que me fosse mostrada alguma peça, e caso estivesse em bom estado para uso o próximo passo seria saber do valor. Porém a única restrição que a arma tinha era de possuir mais de um disparo antes de necessitar carregar, era ineficiente em combates prolongados.<br><br>

- E quanto custa? – Aguardaria então que me fosse informado, e então já tentaria barganhar. – Hmm, parece bom, mas não consegue baixar um pouco o valor? – Caso ele sugerisse um novo valor, tentaria insistir baixando ligeiramente, aceitando o valor dito por ele caso não desse certo. Porém, se barganhar também não fosse uma opção não me deixaria abater e pagaria o valor integral.<br><br>

Na hipótese de ter conseguido comprar a arma, iria procurar então por alguma taverna ou qualquer tipo de estabelecimento com bebidas. Porém meu alvo não era o álcool, e sim os murais de recompensas que não deveriam ser incomuns por estas bandas.[/dohtml]


Objetivos:
[ ] Arma
[ ] Caçar um pirata bundão qualquer só pra pagar as contas mesmo, valor pequeno BEM MERDA. (Tipo uns 500k e ja ta mais que bom)
[ ] ...
Last Visitors


Jul 12 2018, 09:58 PM




Jul 9 2018, 05:01 PM




Jul 5 2018, 05:38 PM



Comments
Yusuke Urameshi
Parabéns.

Tudo de bom para você e sua família.

Feliz aniversario
Jan 9 2018, 07:04 AM
Add Comment